Consumo

Com poucas peças, Topshop fecha sua última loja na capital

VEJA SÃO PAULO visitou local nesta quarta (3)

Por: Barbara Oberg - Atualizado em

topshop jk iguatemi
Nem liquidação atraiu clientes (Foto: Barbara Oberg)

Nas últimas semanas, quem passava pela última loja da Topshop ainda em atividade em São Paulo já percebia: o estoque andava minguando e os boatos de que o local fecharia em breve eram fortes. Nesta quarta (3), a marca confirmou a informação por meio do Instagram. 

topshop Shopping JK Iguatemi
Acessórios não entram na liquidação (Foto: Barbara Oberg)

Os vendedores só ficaram sabendo do fechamento há poucos dias. Segundo eles, ainda não foi firmada uma data de encerramento definitivo, mas os administradores querem liquidar o estoque até sexta (5) e já baixar as grades no fim de semana. 

+ Dona da Luigi Bertolli tem 500 milhões de reais em dívidas

Mas nem a liquidação parece ter atraído o público. Na noite desta quarta (3), a reportagem de VEJA SÃO PAULO visitou a loja, que estava vazia e com pouca variedade de peças. Ao contrário do que diz o cartaz na vitrine principal, as promoções não chegam a 60%. Mas está tudo pela metade do preço - com exceção dos acessórios, como brincos e colares. 

topshop Shopping JK Iguatemi
Restam poucas peças na última Topshop de São Paulo (Foto: Barbara Oberg)

A Topshop foi uma das primeiras redes estrangeiras de fast-fashion a desembarcar no Brasil, em 2012. As clientes aguardavam ansiosas pela chegada da marca e formaram filas para conhecer a coleção em primeira mão.

+ Topshop fecha as portas no Shopping Iguatemi

O grupo chegou a ter outros dois endereços na capital, nos shoppings Iguatemi e Market Place, que também foram desativados. Em 2014, a marca foi notícia ao enfrentar duas ações de despejo. Suas dívidas em aluguéis eram da ordem de 800 000 reais

topshop Shopping JK Iguatemi
Placa anuncia: última chance para comprar (Foto: Barbara Oberg)

Fonte: VEJA SÃO PAULO