restaurantes

Vito, na Vila Madalena, também fecha mais cedo por falta de água

A proprietária Ana Cândida Ferraz disse que o fornecimento foi cortado na manhã desta quinta (31); outros estabelecimentos foram afetados

Por: Nataly Costa - Atualizado em

Dois dias depois de a cafeteria Coffee Lab, na Vila Madalena, ter sido fechada temporariamente por falta de água, o restaurante Vito, localizado no mesmo bairro, também teve o fornecimento cortado na manhã desta quinta (31). Segundo a proprietária Ana Cândida Ferraz, o estabelecimento teve de ser fechado às 13h, quando a reserva da caixa d´água esgotou.

"Há pelo menos duas semanas nós notamos que, sempre pela manhã, a água está fraca. Hoje, o estoque da caixa não foi suficiente", diz. Ana informou que entrou em contato com a Sabesp e que os funcionários deram um prazo de 24 horas para verificar a situação. Caso não volte a tempo, ela diz que o restaurante continuará fechado na noite desta quinta.

Na página da casa no Facebook, Ana deixou a seguinte mensagem: "Não tem racionamento em SP (?), mas hoje falta água aqui no Vito. Fechamos o almoço mais cedo e esperamos imensamente poder fazer o serviço de jantar!".

Cafeteria Coffee Lab também interrompeu o funcionamento

A cafeteria Coffee Lab, na Vila Madalena, ficou fechada para a clientela na terça (29) por falta de água. Segundo a proprietária, Isabela Raposeiras, eles foram surpreendidos no dia com torneiras vazias e reclamaram com a Sabesp, que negou qualquer problema na região.

Na manhã desta quarta-feira (30), a questão não se resolveu e ela procurou novamente a companhia, que admitiu uma "manutenção" no sistema de abastecimento do bairro. De acordo com Isabela, seus vizinhos da Rua Fradique Coutinho também ficaram sem água.

 

Para VEJASÃOPAULO.COM, Isabela disse que entende a crise hídrica que atinge São Paulo. "Acredito que seja um racionamento não avisado. Eu não sou contra racionamento, é digno, já tinha que ter feito muito antes. A medida mais responsável é conclamar a população para racionar água. Mas a gente precisa saber antes para se programar", afirma. "Nós somos um negócio. Não temos só cafeteria, temos aulas com alunos que vêm de outros Estados e precisamos de água".

 

AK funciona com reserva da caixa d'água

A falta de água atingiu também outros estabelecimentos, como o restaurante AK, na mesma Rua Fradique Coutinho, e a padaria Le Pain Quotidien, na Rua Wisard. Ambos já reabriram. Na padaria, a água acabou na noite de terça (29), meia hora antes do horário de fechamento, e voltou por volta do meio-dia de quarta (30). 

Já o AK está usando a reserva da caixa d'água e também conta com a previsão da Sabesp de que a água volte hoje à noite. 

No Pira Sanduba, na Wisard, a água também acabou na noite de ontem. Nesta quarta, eles compraram galões de água para poder abrir a lanchonete às 13h. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO