Gente

Estilista Clô Orozco morre em São Paulo

A empresária, dona das marcas Huis Clos e Maria Garcia, foi encontrada morta em Higienópolis nesta quinta (28)

Por: Redação Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

A estilista Clô Orozco, de 63 anos, dona das marcas Huis Clos e Maria Garcia, foi encontrada morta na manhã de quinta-feira em frente ao edifício em que morava, na Rua Rio de Janeiro, em Higienópolis.

Antes das 8h, o Corpo de Bombeiros foi chamado para prestar socorro a uma mulher que havia caído do 6º andar do prédio, posteriormente identificada como sendo Clô. A polícia não divulgou mais informações sobre o caso, que será investigado pelo 4º DP, na Consolação.

Havia dois anos, sabia-se, que os negócios não andavam bem e Clô passava por dificuldades financeiras, deixando, inclusive, de participar das últimas edições da SPFW.

Para a próxima semana, a estilista estava organizando um grande bazar para liquidar o acervo de suas grifes. Em entrevista ao portal da blogueira Julia Petit, concedida na última quarta (27), teria dito que o evento serviria para renovar o seu trabalho e abrir espaço físico no galpão onde mantinha seu ateliê, na Barra Funda. Entre peças vintage de marcas como Louis Vuitton, Marni e Helumt Lang, estariam à venda livros e fotografias de moda e algumas obras de arte.

De acordo com vizinhos e pessoas próximas de Clô, ela estaria sofrendo de depressão. Na manhã de ontem (28), a assessoria de imprensa das marcas enviou comunicado lamentando a morte da estilista e comentando as especulações sobre um possível suicídio. "Neste momento, é inapropriado falar sobre as causas. Dividimos este sentimento com a família da estilista e de todos que admiravam seu trabalho. É uma perda irreparável", diz a nota.

O velório da estilista acontece hoje, a partir das 9h, na fábrica da Huis Clos, na Rua do Bosque, 185, na Barra Funda, e será restrito a familiares e amigos. A entrada de fotógrafos ou cinegrafistas também não será permitida. O enterro está marcado para acontecer ao meio dia, no cemitério do Araçá, na Avenida Dr. Arnaldo, nas Clínicas.

Repercussão

Foi logo pela manhã de quinta (28) que editores de moda, modelos, estilistas e empresários se manifestaram sobre o falecimento de Clô. Um dos primeiros a comentar a notícia foi o estilista Walter Rodrigues, que integrou o time da Huis Clos no início da marca. "Ela foi minha mestra, minha guia, sua elegância, seu senso de estilo, seu amor a moda me contagiaram. Você vai fazer falta, Clô",  comentou em sua página de Facebook.

A estilista Gloria Coelho, que fez parte do Núcleo Paulista de Moda ao lado de Clô, definiu o trabalho da colega como insubstituível. "Ela tinha um gosto pelo belo, pela arte e pela tecnologia. Ela fazia uma roupa para uma mulher paulistana muito específica. Não tem outra pessoa que faria igual. Vai fazer falta", diz.

O editor de moda Paulo Martinez contou ter conhecido Clô no começo de sua carreira. "Íamos aos desfiles em Paris. Ela era muito elegante, não apenas no estilo, mas no tratamento com as pessoas", afirma. "A moda perde muito, principalmente vivendo em um mundo onde é tão cruel levar adiante um negócio onde tudo é tão caro. Foi um choque."

Com uma imagem toda negra no Instagram, Paulo Borges declarou que Clô era uma "doce criatura, apaixonada pelo ofício, um talento e um bálsamo". "Sem dúvidas carecemos de reflexões profundas sobre tudo", completou.

Histórico

Clotilde Maria Orozco de García nasceu em 23 de dezembro de 1950, em São Paulo, e foi criada em Bragança Paulista. Ela iniciou sua carreira na moda no começo dos anos 1970, confeccionando peças em batique, por influência de uma tia que mantinha um ateliê de alta-costura na Rua Augusta. A ideia da marca veio depois, quando suas roupas passaram a ser vendidas em larga escala. Assim, foi criada a Huis Clos, em 1977.

Clô tinha como proposta vestir uma mulher contemporânea e, ao mesmo tempo, conceitual e independente de modismos. Conhecida pelas peças de estilo urbano e elegante, ela inaugurou a primeira loja da marca em 1981. O primeiro desfile da marca aconteceu em 1995, antes de entrar nos desfiles da semana de moda de São Paulo, na época Morumbi Fashion (estreia que aconteceu no ano seguinte). 

Maria Garcia, grife mais jovem, surgiu somente em 2001. Sete anos mais tarde, Clô deixou a direção da marca aos cuidados de uma de suas assistentes, Sara Kawasaki.

Atualmente, as peças da Huis Clos podem ser encontradas em cinco lojas e mais de quarenta multimarcas em todo o Brasil.

Huis Clos - Inverno 2013
Huis Clos: coleção inverno 2013 (Foto: Divulgação)

A estilista foi casada com o estilista Renato Kherlakian, da Zoomp, seu primeiro marido, e o empresário Lorenzo Klein, com quem viveu até 2008 em Higienópolis. Quando eles se separaram, Clô mudou-se para outro prédio no mesmo bairro. Ela não teve filhos. Entre suas clientes famosas estão a apresentadora Marília Gabriela e a atriz Camila Morgado.

Amigo de Clô Orozco, o cabeleireiro Celso Kamura articulava um encontro entre a estilista e a presidente Dilma Rousseff. Kamura sugeriu a presidente que Clô fosse responsável por seu guarda-roupa. O encontro deveria ocorrer na segunda quinzena de abril. 

Carreira

1976: Clotilde Maria Orozco de Garcia, nascida em São Paulo, no dia 23 de dezembro de 1950, formada em sociologia e política, produz suas primeiras peças, em minúscula escala, e começa a vender para algumas multimarcas.

1977: Cria a marca "Huis Clos", expressão inspirada numa peça escrita por Jean Paul Sartre. Aqui traduzida como Entre quatro Paredes. Já em 79, começa a vender para todo o Brasil e, a convite de Glória Coelho, monta o showroom/atelier, no mesmo prédio onde funciona a G, na Rua Hungria, em São Paulo.

1981: Inauguração da primeira loja da Huis Clos, na rua Mario Ferraz, projetada pelo arquiteto Ronaldo Saraiva e, anos mais tarde, repaginada pelo arquiteto Felipe Crescenti.

1984: Walter Rodrigues passa a integrar a equipe Huis Clos, como assistente de estilo de Clô Orozco, onde permanece por dois anos.

1989: Sai do endereço na rua Hungria para uma fábrica na Rua Lopes Trovão, no Bom Retiro.

1995: Acontece o primeiro desfile da Huis Clos, na loja da Mario Ferraz.

1996:  A Huis Clos começa a desfilar no MorumbiFashion, onde fica até 2000.

1998: Inauguração da segunda loja, na Oscar Freire, com projeto de Arthur Mattos Casas. Ainda no mesmo ano, acontece o lançamento da linha Clô Orozco, de roupas voltadas para festas.

2001:  Nasce a marca "filha" da Huis Clos, a Maria Garcia.

2003: A jovem estilista Sara Kawasaki entra para a equipe de estilo de Clô Orozco.

Inverno 2004: Houis Clos volta ao calendário da São Paulo Fashion Week, para celebrar os 25 anos da marca e inaugurar a nova fábrica, na Barra Funda, onde aconteceu o desfile de inverno 2004 da Huis Clos e uma exposição da Maria Garcia.

Fevereiro de 2006: A marca Huis Clos participa do showroom no Hotel Crillon, em Paris, promovido pela ABEST (Associação Brasileira de Estilistas), e passa a exportar para multimarcas na Grécia (Simple Caracter, Atenas) e Inglaterra (Browns, Londres).

Maio de 2006:  É lançada uma nova linha: a "huis clos," (huis clos vírgula) com roupas para a mulher Huis Clos aproveitar seus momentos de descontração. 

Agosto 2006: Inauguração da primeira Huis Clos no Rio de Janeiro, projetada por Felipe Crescenti no Fashion Mall.

Maio de 2007: Clô Orozco inaugura sua primeira loja em Brasília localizada no ParkShopping.

Junho de 2007: Huis Clos começa a exportar suas peças para países como Bélgica, Holanda e Luxemburgo.

Agosto de 2007: Clô Orozco lança uma linha de mobiliário para a loja Micasa.

Outubro de 2007:  A marca Huis Clos comemora seus 30 anos com uma festa em sua fábrica na Barra Funda.

Janeiro de 2008:  Sara Kawasaki assume o estilo da marca Huis Clos. Clô Orozco passa a ser a diretora de criação das marcas Huis Clos e Maria Garcia.

Abril de 2008: Clô Orozco lança sua primeira linha de óculos em parceria com a Ventura.

Maio de 2008: A marca Huis Clos inaugura loja no shopping Cidade Jardim, com projeto de Arthur de Mattos Casas.

Setembro de 2008: Lançamento da Biografia de Clô Orozco no Atrium MorumbiShopping. A publicação faz parte da segunda edição da "Coleção Moda Brasileira", lançada pela editora Cosac Naify.

Janeiro de 2009:  A estilista Sara Kawasaki desenvolve à convite da campanha "No alvo da Moda", em prol do câncer de mama o modelo para o inverno 2009, lançado no SPFW.

Agosto de 2009: A Huis Clos lança etiqueta dedicada às noivas batizada de Prêt-à-Marier.

Dezembro de 2010:  Em parceria com a marca Clube Bossa, a Huis Clos lança sua primeira coleção de beachwear.

Março 2011: - A Huis Clos lança uma coleção para Shoestock, para comemorar o aniversário de 25 anos da marca de sapatos.

Setembro de 2011: A Huis Clos lança uma coleção para a Riachuelo.

Outubro de 2011:  Pela primeira vez a Huis Clos desenvolve uma coleção infantil em parceria com a marca Tyrol.

Abril de 2012: - Clô retoma o comando da empresa nas áreas de criação, marketing e gestão.

Fevereiro de 2013: Lançamento da coleção inverno 2013.

Fonte: VEJA SÃO PAULO