Mistérios da Cidade

Aplicativo de celular reúne denúncias de crimes na cidade

Em quatro meses no Brasil, CityCop tem cerca de 40 000 usuários registrados em São Paulo; venda de drogas e roubos estão entre os crimes mais relatados 

Por: Maurício Xavier (com reportagem de Ana Luiza Cardoso) - Atualizado em

Mistérios City Cop 3
Mapa dos crimes: aplicativo tem estilo semelhante ao do dispositivo de trânsito Waze (Foto: Reprodução)

Com cerca de 40 000 usuários cadastrados na capital desde que foi lançado, em setembro do ano passado, o aplicativo para celular CityCop reúne denúncias de crimes reportados pelos cidadãos e cria uma espécie de mapa da violência.

+ Roteiro para quem quer fugir do Carnaval

É possível ler depoimentos de vítimas e, em estilo semelhante ao do dispositivo de trânsito Waze, conferir alertas sobre  atividades suspeitas, vandalismo e outros. Os dados estatísticos podem ser filtrados em variados períodos de tempo, como um dia ou uma semana.

Confira um ranking com as ocorrências mais registradas no dispositivo nos últimos quatro meses.

Venda de drogas 25%

Roubo a pessoa 24%

Roubo de veículo 19%

Atividade suspeita 16%

Vandalismo 6%

Roubo a residência 4%

Extorsão 3%

Roubo a comércio 2%

Homicídio 1%

Fonte: VEJA SÃO PAULO