Memória

Cine Roxy está em cartaz no Litoral há oitenta anos

Aberto em 1934, trata-se da mais antiga sala de cinema em atividade na cidade de Santos

Por: Miguel Barbieri Jr.

Cine Roxy
Foto do cine Roxy, em 1939  (Foto: Acervo jornal A Tribuna)

 Antônio Campos Júnior era de São Paulo e mudou-se para Santos a fim de se tornar jogador de futebol. Acabou virando dono de cinema. Com uma sala de 1 440 poltronas e tela de 22 metros de comprimento, o Roxy abriu as portas em 1934 — o cartaz era o drama O Cânticodos Cânticos, estrelado por Marlene Dietrich. O Roxy foi pioneiro no bairro do Gonzaga, que, mais tarde,chegou a formar uma Cinelândia com outros catorze cinemas. Ele é o mais antigo da cidade (na capital, o título pertence ao Marabá, de 1945).

 

cine roxy
O Roxy hoje tem cinco salas  (Foto: Tatiana Aguena)

Transformado em multiplex com cinco salas em 2003, o Roxy é tocado, desde o início da década de 70, pelo neto do fundador, Antônio Campos Neto, o Toninho. “Assim que assumi, bati o pé para que as pessoas pudessem entrar de bermuda”, diz. Mesmo tratando-se de um cinema no litoral, o uso de terno e gravata era obrigatório até meados dos anos 50.

Fonte: VEJA SÃO PAULO