Lazer

Cinema: pesquisa revela quais as telas mais quentes da cidade

VEJA SÃO PAULO mostra com exclusividade os hábitos dos paulistanos, os gêneros de filme prediletos e mais

Por: Miguel Barbieri Jr. [colaborou Flora Monteiro]

Espaço Unibanco do Bourbon - 2248
O saguão do Bourbon Espaço Unibanco : programação eclética, conforto, projeção impecável e a inovação da Imax (Foto: Fernando Moraes)

O universo dos cinemas na capital está passando por uma fase bastante animada nos últimos tempos. Avanços como a oferta de assentos numerados chegaram para ficar, assim como a compra de ingressos pela internet. Algumas redes realizam atualmente quase metade das vendas através do sistema on-line. Novidades mais recentes também começaram a cair no gosto dos frequentadores, como a tecnologia com projeção em 3D e as salas vips, equipadas com poltronas dignas da primeira classe de voos internacionais. Apesar do encerramento das atividades de lugares que tiveram sua época, como o Belas Artes e o Gemini, o número de cinemas continua crescendo. Temos hoje na cidade 283 locais de exibição, ou 20 a mais do que há dois anos.

A clientela evoluiu num ritmo ainda maior. Entre 2009 e 2010, o público cresceu 15%, chegando a um total de 22 milhões de espectadores. Enquanto isso, a arrecadação nas bilheterias deu um salto de mais de 20% no período. Os números de 2011 ainda não estão fechados, mas os especialistas apostam que o negócio deve seguir em processo de expansão. “São Paulo tem uma vocação clara para programas culturais e entretenimento, e por isso pretendemos investir mais”, afirma Patricia Cotta, gerente de marketing da rede carioca Kinoplex, que desembarcou na metrópole em 2003 e administra hoje dois complexos por aqui e um terceiro no vizinho município de Osasco.

+ Os hábitos e as preferências dos cinéfilos em gráficos

+ Um blockbuster chamado salas 3D

+ Conheça os atores com a cara de São Paulo

Graças ao acirramento da concorrência, os paulistanos ganharam uma série de novas opções para assistir a um filme. Uma pesquisa exclusiva de VEJA SÃO PAULO mostra quais são hoje os campeões de preferência. Além de apontarem seus locais prediletos, os entrevistados puderam escolher os melhores por categorias como programação, projeção, som, pipoca, bonbonnière e café, entre outras. A pesquisa também elegeu os atores da telona mais identificados com a cidade. Por fim, o trabalho traz um amplo retrato dos hábitos dos consumidores no cinema. Coordenado pelo Departamento de Pesquisa e Inteligência de Mercado da Abril Mídia, o levantamento ouviu 667 pessoas entre 17 e 25 de novembro. Só puderam votar os moradores de São Paulo que haviam ido ao cinema pelo menos uma vez nos últimos três meses.

E o primeiro troféu de vencedor vai para...

BOURBON ESPAÇO UNIBANCO

Se fosse no mundo futebolístico, o resultado seria equivalente a uma goleada. O Bourbon Espaço Unibanco venceu em todas as nove categorias, incluindo a de melhor cinema, com 15,5% dos votos. Ganhou também nos itens projeção, som, programação, pipoca, bonbonnière, café, acesso a cadeirante e poltrona mais confortável. “Tem cheiro de cinema novo e o ar-condicionado funciona perfeitamente”, afirma o coordenador na área de informática Mauricio Garcia, morador da Vila Leopoldina e frequentador habitual. Em 2009, com a marca de 1,1 milhão de espectadores, o Bourbon assumiu a liderança de público entre os multiplex da capital. No ano passado, o público foi de 1,3 milhão de pessoas. Elas deixaram na bilheteria 17 milhões de reais no período, segundo dados da consultoria Filme B. “No começo, a taxa de ocupação de nossas onze salas era de 23%”, compara o sócio-diretor Adhemar de Oliveira. “Em 2011, devemos alcançar uma média de 45%.” 

Bonbonnière do Bourbon - 2248
A bonbonnière do Bourbon: guloseimas fartas e a melhor pipoca (Foto: Fernando Moraes)

A fórmula de filmes variados, testada e aprovada no Frei Caneca Unibanco, administrado pela mesma rede, foi um dos fatores do êxito. “A Zona Oeste estava carente de salas com qualidade técnica e diversidade de títulos”, avalia Oliveira. “O movimento do shopping ajudou igualmente no resultado.” Ele credita ainda o sucesso à sala Imax, que tem sem dúvida o melhor som, tela e projeção de São Paulo. Entrará em cartaz lá, a partir de quarta (21), a aventuraça “Missão: Impossível — Protocolo Fantasma”. Para o primeiro semestre de 2012 está prevista a inauguração da segunda sala Imax, no Granja Viana Cinespaço, aberto em outubro. 

+ JK Iguatemi: novo shopping terá o primeiro cinema 4D do país

Café Scada do Bourbon - 2248
O Café Scada do Bourbon: descontração e visual charmoso antes da sessão (Foto: Fernando Moraes)

O único inconveniente do Bourbon são as filas irritantes na hora de comprar o ingresso. Quem quer escapar disso pode adquirir o bilhete nos totens de autoatendimento no saguão ou pela internet (no ingresso.com), responsáveis, respectivamente, por 15% e 45% das vendas. O crítico de cinema Rubens Ewald Filho sugere outra opção para evitar a multidão que se forma à porta do local. “Dou preferência a ir durante a semana ou chegar para a primeira sessão aos sábados e domingos, que são sempre mais tranquilas”, conta. Mesmo com apenas três anos de funcionamento, o Bourbon está prestes a trocar de nome e mudar de visual. “Como ele, o complexo do Frei Caneca e o Espaço Unibanco, da Rua Augusta, vão passar por reformas, provavelmente em março”, anuncia Oliveira. Os três, depois de repaginados, ganharão um único layout e passarão a se chamar Espaço Itaú de Cinema.

CIDADE JARDIM CINEMARK

Quando abriu as portas, em agosto de 2008, o complexo do Cidade Jardim já trazia um diferencial: as salas vips, aquelas com poltronas para lá de espaçosas, saguão exclusivo, serviço de garçom e cardápio de comidinhas e bebidas alcoólicas. Houve uma adesão imediata. Além de se tornar o melhor multiplex da rede Cinemark, levou a medalha de prata dos leitores na votação de VEJA SÃO PAULO, com 11,4% da preferência dos frequentadores. Na época da inauguração, duas de suas sete salas ofereciam esses confortos. Dois anos depois, esses espaços, batizados de prime, passaram por reformas e a empresa aproveitou a ocasião para criar outros dois. Hoje, a ocupação deles nos fins de semana bate em 95%. Nem o preço do ingresso (o mais caro custa R$ 56,00, para filmes em 3D, de sexta a domingo e feriados) afugentou a clientela. “É um ambiente de muita classe e sem tumulto”, avalia o executivo de marketing José Netto, habitué do local. 

Cidade Jardim Cinemark - 2248
O saguão exclusivo para os espectadores das salas vips: um dos trunfos do multiplex medalha de prata (Foto: Fernando Moraes)

Realmente, a tranquilidade é um dos aspectos positivos não só do cinema, mas também do belo e arborizado shopping. Por não ter praça de alimentação e muitas de suas lojas serem exclusivas ou para poucos bolsos — casos da Hermès ou da Daslu, por exemplo —, o centro de compras oferece nos dias úteis corredores quase sempre sossegados, além de dispor de 3.000 vagas de estacionamento.

+ Veja as estreias da semana nos cinemas

Apesar de não ser o complexo top de público da rede americana (o Interlar Aricanduva ocupa essa posição), o Cidade Jardim faturou quase 10 milhões de reais em 2010, segundo dados da consultoria Filme B. Em renda, ficou em 21º lugar no ranking nacional, atrás dos também paulistanos Eldorado, Interlar Aricanduva, Metrô Santa Cruz, Market Place, Central Plaza e SP Market, da Cinemark. Até mesmo dentro da empresa é consenso: o sucesso e o bom desempenho em receita vêm dos quatro cinemas vips. “Alguns clientes escolhem a sala prime sem saber sequer qual filme vão ver”, diz a diretora de marketing Bettina Boklis. A Cinemark não fez até agora um perfil de sua clientela no Cidade Jardim, mas sabe: ela está, sobretudo, localizada no bairro do Morumbi e nas nove torres residenciais e comerciais coladas ao shopping.

KINOPLEX ITAIM

Embora 74% dos entrevistados prefiram cinemas em shoppings, o agradável Kinoplex Itaim, medalha de bronze na pesquisa de VEJA SÃO PAULO, fica praticamente na rua. Na esquina das ruas Joaquim Floriano e Bandeira Paulista, o complexo de seis salas está instalado no Condomínio Brascan Century Plaza. Além de um hotel e escritórios, a área dispõe de uma simpática praça de alimentação. Desde sua inauguração, em 2003, não é raro observar filas nas bilheterias, sobretudo nos fins de semana. “Ele está entre os dez primeiros cinemas do nosso grupo, tanto em faturamento quanto em público”, diz a gerente de marketing Patricia Cotta. A companhia não revela os números, mas a consultoria Filme B apurou que o Kinoplex Itaim faturou cerca de 7,3 milhões de reais em 2010. Com isso, obteve a 44ª posição no ranking por receita de todos os multiplex do país. 

Kinoplex Itaim - 2248
Fila na bilheteria: cena comum nos fins de semana (Foto: Fernando Moraes)

Seu sucesso, além da privilegiada localização, deve-se à sala 6, com estupendo som THX, tecnologia de áudio desenvolvida pela empresa do diretor George Lucas, responsável pela saga “Star Wars”. Outro diferencial está na programação, que alia fitas comerciais a filmes cult, como o recente êxito argentino “Um Conto Chinês”. “Nosso público é, em sua maioria, adulto e ávido por cultura. Sempre temos em cartaz algum longa-metragem que faz a plateia pensar depois da sessão”, afirma Patricia.

+ Saiba quais os melhores filmes em cartaz da cidade

O Kinoplex também agrada ao público com promoções que podem chegar a desconto de 50% no preço dos bilhetes. Outro conforto é o lugar marcado em todas as seis salas, uma preferência de 67% dos entrevistados no levantamento realizado pela revista. O crítico Rubens Ewald Filho, no entanto, faz algumas ressalvas ao sistema. “Como não tem lanterninha para ajudar e fiscalizar, poucas pessoas obedecem à numeração”, aponta. “Funciona só em poucas sessões. Fora isso, as filas ficam lentas porque demora mais para o frequentador escolher o assento.”

OS OUTROS MAIS VOTADOS

4º) Anália Franco UCI

5º) Reserva Cultural

6º) Market Place Cinemark

7º) Iguatemi Cinemark

8º) Frei Caneca Unibanco

9º) Vila Olímpia Kinoplex

10º) Jardim Sul UCI

11º) Eldorado Cinemark

12º) Metrô Santa Cruz Cinemark

13º) Central Plaza Cinemark

14º) Espaço Unibanco Rua Augusta

15º) Villa-Lobos Cinemark

16º) Pátio Paulista Cinemark

17º) Cine Livraria Cultura | Morumbi Shopping Cine TAM

18º) SP Market Cinemark

19º) Cine Sesc | Metrô Tatuapé Cinemark | Pátio Higienópolis Cinemark

20º) Metrô Boulevard Tatuapé Cinemark | Pátio Paulista Playarte | Shopping D Cinemark

21º) Center Norte Cinemark | Santana Parque UCI

22º) Marabá

23º) Bristol Playarte Shopping Center 3 | Penha | Plaza Sul Playarte

24º) Cine Sabesp | Itaim Paulista | Boavista | Campo Limpo | Interlagos Cinemark | Interlar Aricanduva Cinemark | Mais Shopping Largo 13 Cinépolis | Metrô Itaquera

25º) Lumière | Sala Cinemateca | Butantã Playarte | Lapa Centerplex | West Plaza Playarte Shopping

Fonte: VEJA SÃO PAULO