Televisão

Em documentário, cineasta é engolido por cobra gigante

Paul Rosolie causou polêmica com programa no qual é engolido por um anaconda.

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Paul Rosolie
O cineasta Paul Rosalie: "Indiana Jones da Amazônia" (Foto: Divulgação)

O cineasta americano Paul Rosolie, conhecido por ser o “Indiana Jones da Amazônia”, causou polêmica ao divulgar qual será sua próxima experiência. Em um programa especial, que vai ao ar no dia 7 de dezembro nos Estados Unidos, Rosolie é engolido vivo por uma anaconda. Eaten Alive Sneak Peek será televisionado pelo Discovery Channel.

Vídeo: pandas se atrapalham ao tentar não tomar remédios

Ao anunciar a veiculação das filmagens, o americano recebeu críticas de grupo que defendem os animais. A ONG PETA divulgou nota na qual pede que o Discovery não exiba o programa e afirma ainda que a atitude de Rosolie é “letal para o bicho”.

Uma petição na internet também solicita o cancelamento do programa. Mais de 500 pessoas assinaram o termo. “A ação pode causar a morte da cobra. Uma anaconda não consegue se ajustar à largura do ombro de um homem adulto”, afirmou um internauta.

+ Confira as últimas notícias

Em sua conta no Twitter, o cineasta afirmou que “nunca feriria um ser vivo”. “Mas, vocês terão que assistir ao programa para saber o que acontece”, postou.

Durante as gravações, para não correr riscos, o cineasta usa uma roupa especial. A vestimenta impede que a cobra quebre seus ossos e o sufoque.

Confira o trailer abaixo:

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO