Teatro

Cinco peças para assistir às quartas

Opções para quem quer ir ao teatro no meio da semana

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

E o Vento Não Levou
Fábio Cadôr, Isser Korik e Henrique Stroeter: elenco de O Vento Não Levou (Foto: Carol Veronez)
  • Baseado no livro do rabino Nilton Bonder, o monólogo A Alma Imoral estreou em julho de 2006 no Rio de Janeiro em uma sala onde mal cabiam cinquenta pessoas. O interesse imediato e crescente surpreendeu a própria atriz e adaptadora Clarice Niskier. Pronta para conquistar novos fãs, Clarice volta para uma temporada no Teatro Eva Herz. O sucesso pode ser justificado pela identificação imediata do público com as palavras. Em um roteiro quase informal, a intérprete fala a respeito da sua primeira e arrebatadora impressão ao ler a obra de Bonder e divide questionamentos com a plateia. Inspirada em conceitos bíblicos e filosóficos, ela reflete sobre o certo e o errado, o moral e o imoral ou a necessidade de trair para romper limites e estabelece uma conversa franca e provocativa. Clarice aparece nua em boa parte da montagem e transforma um tecido preto em figurinos. Guiada pela sutil supervisão do diretor Amir Haddad, seduz cada espectador como se fosse o único. Estreou em 14/3/2008. Até 11/12/2016.
    Saiba mais
  • O drama de Dione Carlos enfoca a vida de Maria Bonita (1911-1938), mulher de Lampião. A relação da personagem com a sexualidade, a violência do cangaço e o companheiro norteia a trama. Com Carolina Erschfeld e Diego Gonçalves. Até 7/8/2015.
    Saiba mais
  • Dirigida por Roberto Lage, a comédia é inspirada em história ocorrida nos bastidores das filmagens do clássico ...E o Vento Levou (1939). Em cena, o produtor, o roteirista, o diretor e a secretária enfrentam uma situação desesperadora: o prazo para concluir o roteiro está estourado e a produção da fita não pode atrasar. Um afiado elenco, formado por Isser Korik, Henrique Stroeter, Fábio Cadôr e Luzia Meneghini, encontra um texto surpreendente, inteligente e cheio de ironia, que oferece a todos um espaço para brilhar. Estreou em 04/10/2011. Até 28/5/2015.
    Saiba mais
  • Com texto e direção de Guilherme Sugar Junqueira, o drama gira em torno das desilusões de uma geração. Um poeta (interpretado pelo autor) e um DJ (papel de Francisco Eldo Mendes) recebem a visita de uma vizinha (a atriz Lara Giordana Lima) que pode mudar a vida deles. Estreou em 25/3/2015. Até 29/4/2015.
    Saiba mais
  • Mário Mathias e Pierre Bittencourt interpretam um poeta e um músico que sonham com o estrelato na comédia de Mário Bortolotto. Irônico retrato de uma geração arrogante e acostumada à acomodação, o texto traz diálogos divertidos e afiados. Uma direção mais esperta, porém, tiraria outro rendimento da dramaturgia e dos atores. Estreou em 15/1/2009. Até 29/4/2015.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO