Especial

Cinco dicas úteis para um churrasco de sucesso

Sylvio Lazzarini e Marcos Bassi ensinam como não errar na hora de assar as carnes

Por: Sophia Braun - Atualizado em

Fraldinha, do Marcos Bassi
Fraldinha: o corte é menos gorduroso e tão saboroso quanto a picanha (Foto: Divulgação)

Para não fazer feio na frente dos amigos na hora do churrasco, Sylvio Lazzarini, proprietário do Varanda, e o empresário Marcos Bassi, dono do restaurante que leva o seu nome, dão conselhos preciosos que vão transformar qualquer um em mestre da grelha.

Veja cinco dicas:

■ A maminha deve ser assada — e nunca grelhada — por cerca de 40 minutos, a 15 centímetros do fogo. “O ponto fica delicioso”, diz Lazzarini.

■ Na hora de calcular a quantidade de carne ideal, Bassi recomenda cerca de 350 gramas por pessoa (adulto). “É preciso lembrar que haverá outras coisas, entre pães e acompanhamentos.”

+ Descubra as quantidades ideais do seu churrasco usando a nossa calculadora

■ Como nem todo mundo come carne vermelha, é sempre bom ter um frango ou peixe à mão. Para não ficar preso ao salmão, uma posta de atum pode ser uma boa alternativa.

■ A boa notícia para os mais preocupados com o colesterol e a boa forma é que algumas carnes têm menos gordura e, nem por isso, são menos saborosas. “As pessoas buscam cada vez mais cortes magros, caso da fraldinha”, diz Bassi. A alcatra (que engloba o baby beef) também é uma boa opção.

■ Para obter mais maciez, prefira os cordeiros menores. “Eles são abatidos jovens, como a vitela”, explica Lazzarini. A carne fica melhor assada em fogo médio.

Fonte: VEJA SÃO PAULO