Crianças

Cidade do Livro abre para o público em geral durante o período letivo

Cidade do Livro passa a abrir aos sábados para o público em geral até o fim do mês

Por: Luiz Fukushiro - Atualizado em

Normalmente reservada a visitas escolares, pela primeira vez a Cidade do Livro abre para o público em geral durante o período letivo — antes, só era possível conhecer o endereço temático nos fins de semana de janeiro e julho. Sempre aos sábados à tarde, até o dia 24, as crianças podem se esbaldar em um roteiro de duas horas e meia por esse espaço de 2000 metros quadrados na Zona Norte. Por trás do que parece ser uma simples loja repleta de títulos infantojuvenis se escondem coloridos ambientes onde, agrupados conforme a faixa etária, meninos e meninas descobrem o prazer da leitura de forma lúdica. Se os acompanhantes adultos não querem entrar na brincadeira, sem problemas: a garotada fica bem amparada pelos vários monitores.

Para os menores, de 3 a 8 anos, o passeio se centra na história de Tracinha, uma atrapalhada traça que deseja se tornar prefeita do lugar. Em cada um dos cenários recortados por salas, há uma atividade diferente e um capítulo da trama, como uma história contada pela Vovó Cotinha ou pintura de desenhos. À criançada de 9 a 12 anos está destinada uma aventura por dentro da Editora Perdida. Em meio a armadilhas, labirintos e paredes móveis, os pequenos desbravadores devem não só escapar ilesos de um monstro como também desvendar quem está por trás do mistério da destruição de livros. Aviso: as reservas para as 100 vagas disponíveis em cada sessão podem ser feitas por telefone.

Cidade do Livro. Alameda Afonso Schmidt, 877, Santa Teresinha, Tel.:(11) 2977-8674. 16h/18h30 (sáb.). R$ 32,00, inclui lanche e revista. www.cidadedolivro.com.br. Até dia 24.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO