CIDADE

Ciclistas pedalam nus em protesto em São Paulo

Na noite de sábado (15), eles partiram da Avenida Paulista em direção à Vila Madalena durante a Pedalada Pelada, manifestação que tem como slogan "Obsceno é o trânsito"

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

pedalada pelada
Ciclistas pedalam nus ou com pouca roupa durante a Pedalada Pelada, na Avenida Paulista (Foto: Futura Press / Folhapress)

Pelas ruas da Zona Oeste, cerca de cem ciclistas pedalaram nus ou vestindo trajes íntimos na noite de sábado (15). Eles partiram da Avenida Paulista em direção à Vila Madalena durante a Pedalada Pelada, manifestação que tem como slogan "Obsceno é o trânsito".

Essa foi a sétima edição do protesto, marcado pelas redes sociais.  O evento foi inspirado na World Naked Bike Ride, campanha que acontece em outras partes do mundo. A manifestação também foi marcada em  Belo Horizonte (MG), Florianópolis (SC),  Porto Alegre (RS) e Rio de Janeiro (RJ).

Segundo a organização do evento, o objetivo é "chamar a atenção para a situação de fragilidade e quase invisibilidade do ciclista no país". Eles reivindicam melhores condições para o uso da bike nas cidades e querem "celebrar o corpo e a bicicleta".

A nudez não era obrigatória, e a maioria dos ciclistas desfilava com trajes mínimos. Alguns, no entando, pedalavam completamente nus. Por volta da meia-noite, os últimos protestantes transitavam pela Vila Madalena. Os peladões (ou quase) chamavam a atenção dos frequentadores dos bares do bairro.

Fonte: VEJA SÃO PAULO