Teatro

Cia. Livre lança livro sobre seu processo de criação

Dirigido por Cibele Forjaz, o grupo completa doze anos de atividades e reúne todos os seus experimentos na obra Caderno Livre

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Raptada pelo Raio
A peça 'Raptada pelo Raio', que a cia. Livre encenou em 2011 (Foto: Veja São Paulo)

A Cia. Livre de Teatro lança neste domingo, dia 9 de dezembro, às 19 horas, na Casa Livre, a obra Caderno Livre - Cia Livre: Experimentos e Processos 2000-2011 (312 págs., Coleção Nóz - Caderno Livre, R$ 25 no dia do lançamento, R$ 40,00 nos demais). Nela estão registrados os processos de criação do grupo dirigido por Cibele Forjaz, desde o ano 2000 até 2011.

Caderno Livre, da Cia. Livre
Cia. Livre lança Caderno Livre sobre seu processo de criação de 2000 a 2011 (Foto: Divulgação)

O terceiro volume da coleção discute a trajetória do grupo, além de apresentar cartografias dos processos de criação, análises de textos dramáticos que antecederam à montagem dos espetáculos, procedimentos de ensaio, reflexões sobre as encenações e vários aspectos estéticos e técnicos das montagens, além de estudos de projetos, diários de bordo, desenhos e anotações dos atores.

A reflexão envolve vários outros artistas e pesquisadores, além dos que atuam hoje no grupo.

Participaram do livro os integrantes da Cia Livre - Lúcia Romano, Simone Mina, Cibele Forjaz, Edgar Castro e Alessandra Domingues -, além de artistas que já integraram o coletivo, como Celso Sim, Aury Porto, Georgette Fadel, Paulo Azevedo, Peterson Negreiros, Mila Ribeiro, Gustavo Machado, Maurício de Barros, Raquel Anastácia, Eduardo Gomes, Henrique Guimarães, Hélio Cícero, João Signorelli, Tatiana Tomé, Paula Cohen, Isabel Teixeira e Eda Nagayama.

+ Leia mais sobre teatro

Fonte: VEJA SÃO PAULO