CRISE HÍDRICA

Apesar das chuvas deste sábado (1º), nível do Sistema Cantareira volta a cair

Apesar das fortes pancadas que atingiram a capital, volume do complexo responsável pelo abastecimento de 6,5 milhões de pessoas segue baixo

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Chuva centro
Pedestres caminham sob chuva que cai na região central, na noite desta sexta (31) (Foto: Avener Prado/Folhapress)

Sim, choveu na região do Sistema Cantareira neste sábado (1º). As fortes pancadas que atingiram tanto aquela área quanto a capital, porém, não foram suficientes para aliviar a crise hídrica do Estado. A Zona Leste da cidade foi uma das mais afetadas pela chuva. A Zona Sul chegou até a ficar cerca de quarenta minutos em estado de emergência devido à rápida elevação do Córrego Ipiranga, mas não houve transbordamento.

Atualizadas hoje (2) pela manhã, as medições do Sistema Cantareira registraram uma queda de 0,1%: o índice, que era de 12,2% na manhã de sábado (1º), agora está em 12,1%. Neste domingo, o dia começa com sol e nuvens na capital. Até o meio-dia, a temperatura na capital se eleva e a máxima chega aos 29 graus. As chuvas voltam à tarde e a à noite, de forma localizada. As taxasde umidade relativa do ar variam entre 38% e 90%. 

 

De acordo com Paulo Matsuo, da Climatempo, o volume da chuva deste sábado (1º) ajudaria em uma época chuvosa -- justamente o contrário do que estamos enfrentando. Em virtude da aridez do solo, seriam necessários 100 milímetros para que água infiltrasse na terra, aumentando assim a capacidade de campo (o potencial de absorção de um terreno específico).

 

Contudo, o cenário pode melhorar: Matsuo afirma que estamos mudando de padrão climático, do seco para o úmido. Comprovação disso são as previsões para os próximos dias. De acordo com a Climatempo, são esperadas chuvas todos os dias da próxima semana. Com temporais mais frequentes, a capacidade de campo é restaurada. 

PREVISÃO PARA A SEMANA

De acordo com o Climatempo, podemos esperar uma semana de chuvas e tempo quente na capital. Até quinta (6), São Paulo registrará sol com muitas nuvens e períodos de chuva a qualquer hora diariamente. As temperaturas, no entanto, não ficam mais amenas: a terça (4) registrará máxima de 33 graus e será o dia mais quente da semana. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO