CRISE HÍDRICA

Chuva supera média histórica de setembro e faz Cantareira subir

Mesmo com o novo aumento no nível do reservatório, o volume ainda está deficitário em -13,2%, segundo a Sabesp

Por: Estadão Conteúdo

Cantareira
Represa de Jacareí, que integra o sistema Cantareira (Foto: Nilton Cardin/Folhapress)

As chuvas melhoraram o nível dos reservatórios de todos os mananciais neste sábado (12). A pluviometria nesses doze dias de setembro já superou a média histórica para o mês em todos os reservatórios do estado de São Paulo, segundo boletim da Sabesp. Pelo índice tradicional, o volume armazenado no Cantareira subiu de 15,7% na última sexta (11), para 16% neste sábado. É o quarto dia seguido de aumento na quantidade de água represada nesse sistema. Apesar disso, a crise hídrica ainda permanece.

No Cantareira, a pluviometria no manancial chegou a 107,8mm neste sábado, superando a média histórica do mês (86,6mm). Mesmo assim, o volume armazenado ainda está deficitário em -13,2%, segundo o cálculo negativo feito pela Sabesp. Esse indicador evidencia que, além de ter acabado a água do reservatório que pode ser usada sem bombeamento (o chamado volume útil), o reservatório tem ampliado o comprometimento da reserva técnica (o chamado volume morto), que só pode ser utilizado com bombeamento.

+ Agosto é o segundo mês mais seco do Cantareira em 85 anos

Todos os outros sistemas hídricos também tiveram uma melhora no volume armazenado entre sexta e sábado. O nível do Alto Tietê subiu 0,5 ponto porcentual neste sábado e está em 15,3% ante a 14,8% na sexta. Foi a quinta alta consecutiva do manancial. O índice da capacidade leva em conta um volume morto adicionado no ano passado. Neste mês, a pluviometria acumulada está em 132,6 mm - a média histórica é de 81,8 mm.

+ Chuva deixa São Paulo em estado de atenção e causa congestionamentos

O Guarapiranga, atual responsável por atender o maior número de clientes da Sabesp, subiu 2,3 pontos porcentuais e opera com 76,4% da capacidade. As chuvas já acumulam 146,2mm nesse reservatório, enquanto a média é de 78,3 mm.O Sistemas Alto Cotia, Rio Grande e Rio Claro também tiveram alta. O Alto Cotia passou de 58,1% para 59,5% entre sexta e hoje. O Rio Grande, de 85,9% para 87,3%. E o Rio Claro, de 58,9% para 59,6%.

Fonte: Estadão Conteúdo