Crise hídrica

Mesmo com chuvas, nível do Cantareira continua em queda

Foi registrada uma redução de 0,1 ponto percentual ontem. Outros reservatórios, como o Alto Tietê, tiveram elevação

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Sistema Cantareira edição 2374
Sistema Cantareira: ainda em queda (Foto: Luis Moura / Estadão Conteúdo)

A forte chuva que atingiu São Paulo nesta quarta (26) não foi suficiente para aumentar o nível do sistema Cantareira, ao contrário dos outros reservatórios, que apontaram elevação.

Homens invadem bingo e fazem reféns em Pinheiros

O nível do reservatório caiu 0,1 ponto percentual e registra neste momento 9,1% de sua capacidade, já considerando a segunda cota da reserva técnica, o chamado volume morto.

O reservatório Alto Cotia teve a maior elevação. Passou de 29,1% para 30% nesta quinta (27). O Alto Tietê, sistema com situação mais crítica, anotou alta de 0,1 ponto percentual (5,9% hoje). Guarapiranga foi de 33,4% para 33,8%, Rio Grande, de 63,8% para 64,0%.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a previsão é de pancadas de chuva leves na tarde e na noite desta quinta (27).

O dia começou com nebulosidade, chuviscos, formação de neblina e termômetros oscilando em torno dos 20ºC na Grande São Paulo.

No decorrer do dia, segundo o CGE, o sol aparece entre nuvens e favorece a elevação das temperaturas, com máximas que podem chegar a 26ºC. A umidade relativa do ar deve permanecer acima dos 60%.

Fonte: VEJA SÃO PAULO