Cidade

Sete notícias sobre a chuva que você precisa saber

Temporal castigou cidades da região metropolitana na noite da última quinta-feira (10) deixou 15 mortos e 13 feridos

Por: Estadão Conteúdo - Atualizado em

Chuva São Paulo
Ponto atingido pelas fortes chuvas na Rua Piemonteses, no Jardim do Lago, em São Paulo (Foto: Futura Press/Folhapress)

As chuvas que castigaram a Região Metropolitana de São Paulo entre a noite de quinta (10) e a madrugada de sexta (11) deixaram ao menos quinze mortos e trezes feridos. Os temporais também afetaram o funcionamento do Ceagesp e do aeroporto de Cumbica. Confira abaixo os principais estragos causados pela mal tempo: 

Mortes e feridos

Em cidades da Grande São Paulo, a chuva provocou deslizamentos que mataram ao menos quinze pessoas: foram nove em Francisco Morato, quatro em Mairiporã, onde também sete ficaram feridas, e duas em Guarulhos. No Jardim Ângela, na Zona Sul da capital, quatro pessoas se feriram após o desabamento de uma casa. 

Ceagesp - Alagamento
Ceagesp: alimentos atingidos foram descardatos (Foto: Futura Press/Folhapress)

Vias alagadas

O centro de Caieiras, também na Grande São Paulo, ficou completamente alagados. Carros ficaram imersos. Houve pontos de alagamento também na Marginal Tietê, altura da Ponte das Bandeiras, no sentido Ayrton Senna, e na Marginal Pinheiros, altura da Rua Flórida, sentido Castello Branco, e na altura da Ponte Ary Torre, sentido Castello. 

Rio transbordou

O Rio Pinheiros não suportou o volume de água das chuvas e transbordou por volta da meia-noite de quinta. As regiões próximas ao Cebolão, na junção entre as marginais Pinheiros e Tietê, ficaram algadas.

Volume de chuva

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), entre a meia-noite de quinta e as 7h de sexta, choveu 40% do volume esperado para todo o mês de março. A média para o mês é de 175,8 mm. Nas últimas horas, foram registrados 68,3 mm. Em onze, já choveu 89% do esperado para o mês na capital paulista. 

Ceagesp 

O temporal também afetou o funcionamento do principal centro de abastecimento da cidade. A chuva provocou alagamentos em algumas áreas internas do Entreposto Termina São Paulo, impedindo a entrada de veículos, o que provocou engarrafamento na região. A situação, porém, foi normalizada a partir das 9h. 

+ Fim de semana deve ser de chuva fraca

Aeroporto

O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, ficou fechado para pousos e decolagens das 23h50 até as 6h06. A forte chuva alagou parte da subestação de energia do local e causou falta de luz em parte das pistas. O prédio principal e os saguões não foram afetados. Pelo menos doze voos foram remanejados para outros aeroportos e outros seis foram cancelados, informou o terminal.

CPTM
Passageiros aguardam na plataforma lotada da estação Perus (Foto: Diogo Botelho/Futura Press/Folhapress)

Trens

Por causa das chuvas, as linhas de trens da CPTm também foram afetadas. Os alagamentos prejudicaram a vida de passageiros nas estações da linha 7-Rubi. Alguns tiveram de dormir dentro dos trens nas estações Francisco Morato, Caieiras, Perus e Franco da Rocha. Na manhã desta sexta, a circulação também foi afetada entre as estações Caieiras e Jundiaí. Na Linha 8-Diamente, as composições operam apenas por única via entre Barueri e Itapevi. Na linha 9- Esmeralda, a circulação está interrompida entre as estações Santo Amaro e Grajaú.

Fonte: VEJA SÃO PAULO