Clima

Chuva causa alagamento no Tremembé

Moradora mostra sua casa submersa em bairro da Zona Norte

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Moradora da Vila Tremembé, a manicure Maria Cristina Ottoboni sofre com enchentes há tempos. Na chuva desta tarde, ela viu sua rua e sua residência serem invadidas pelas águas. Mais uma vez. Em fevereiro de 2010, VEJA SÃO PAULO passou um fim de semana na casa de Maria Cristina para ver os estragos das enchentes. Hoje, em menos de 15 minutos, o mesmo problema se repetiu, como mostra ela em registro feito minutos atrás. 

+ Chuva coloca toda a cidade em estado de atenção

tremembe 3
Maria Cristina ao lado da família: problema recorrente (Foto: Cleiby trevisan)

Mariana Cristina, em foto tirada em 2010, em sua casa: comportas usadas para barras as águas das chuvas.

Pontos de alagamento

Até as 17h08, o CGE (Centro de Gerenciamento de Enchentes) havia registrado dez pontos de alagamento na cidade. A Avenida General Edgar Facó, Zona Norte, na altura da Avenida Paula Ferreira, está intransitável.

Seis pontos de alagamento foram registrados na Lapa, localizados na ruas Turiassú e Venâncio Aires, e nas avenidas Sumaré, Marquês de São Vicente, Antártica e Francisco Matarazzo. A Avenida Queiroz Filho, em Pinheiros, também está alagada perto da Ponte Hirant Sanazar.

Já a Avenida Vital Brasil próximo à Rua Camargo e a Avenida Corifeu de Azevedo perto da Rua José Alves Cunha Lima, ambas no Butantã, também estão entre os pontos de alagamento.

Segundo o CGE, pancadas de chuva devem seguir atingindo a cidade no fim de semana. No sábado (8), a mínima será de 19 graus e a máxima, de 26 graus. No domingo (9), os termômetros variam entre 19 graus e 28 graus.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO