Crise

Mesmo com chuva, Cantareira fica estável pelo quarto dia consecutivo

Nível do reservatório que abastece mais de 6 milhões de pessoas está em 11,7%

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Cantareira
Represa de Joanópolis, que compõe o Sistema Cantareira (Foto: Luis Moura/WPP/Folhapress)

Pelo quarto dia consecutivo, o nível do Sistema Cantareira ficou estável em 11,7%. A última vez que o reservatório subiu foi do dia 1º para o dia 2 de março. Apesar de não ter chovido na capital, na região do Cantareira o índice pluviométrico registrado pela Sabesp foi de 2,4 milímetros durante a quinta-feira (5), acumulando 6,1 milímetros em março. O esperado é que, até o fim do mês, chova 178 milímetros. 

+ Carro símbolo da seca foi furtado há 20 anos

Alé do Cantareira, o único reservatório que recebeu chuva foi o Rio Grande. Foi registrado 0,2 milímetro de quinta para sexta. Mesmo assim, o volume armazenado caiu de 85,4% para 85,2%. 

Nos demais sistemas - Alto Tietê, Rio Claro, Alto Cotia e Guarapiranga - não choveu e todos registraram ligeira queda. O Alto Tietê - que também abastece parte da capital - passou de 18,9% para 18,7%. Já o Sistema Guarapiranga, que estava em 63% ontem, caiu para 62,9%. 

+ Justiça obriga ANA e DAEE a reduzir retirada de água do Cantareira

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO