Aniversário de São Paulo

Chieko Aoki: 'Achava curiosa a grande quantidade de japoneses'

A empresária relembra sua chegada a São Paulo

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Chieko Aoki_rec_2149
Chieko Aoki com o irmão Fumitaka (Foto: Acervo pessoal)

Chieko Aoki, empresária

Chegou em: 1959

Natural de: Fukuoka (Japão)

“O que mais me chamou atenção quando cheguei, aos 9 anos, foram as feiras de rua da Aclimação, bairro onde minha família se instalou. Não só pela variedade de produtos. Achava curiosa a grande quantidade de japoneses que eram proprietários das barracas. Aliás, escutava-se a nossa língua com a mesma facilidade que o português. Em Bastos (interior de São Paulo), onde moramos durante dois anos antes de vir para a capital, o número de descendentes era muito menor. Já por aqui, eu me sentia parte da paisagem. Nunca sofri discriminação. Passava as tardes brincando com meus vizinhos nas ruas. Também fiquei impressionada com a formalidade e a competência dos professores. Sempre alinhados, de terno e gravata. E, por eles serem muito dedicados, os alunos sentiam o dever de se esforçar. Tanto que estudei em escolas públicas a vida toda e consegui ser aprovada no curso de direito do Largo São Francisco.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO