Comida de rua

Feira gastronômica O Mercado ganha última edição em 2012

Idealizado por Checho Gonzáles e Henrique Fogaça, evento ocorre neste domingo (9) no Mercado de Pinheiros

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

O Mercado - feira gastronômica
O Mercado: Checho Gonzáles e sua equipe de cozinheiros (Foto: Divulgação)

A badalada feira gastronômica O Mercado ganhará sua última edição em 2012  neste domingo (9). Das 12h às 20h, vinte e seis barracas serão montadas na parte superior do Mercado Municipal de Pinheiros, com entrada pela Rua Pedro Cristi.

Idealizada pelos chefs Checho Gonzáles e Henrique Fogaça (Sal Gastronomia) em parceria com a produtora cultural Lira Yuri, a feira será composta por um dos times de cozinheiros mais competentes de todas as versões do evento.

Estarão atrás das tendas nomes de peso como Bel Coelho (Dui), Benny Novak (210 Diner, Ici Bistrô e Tappo Trattoria), Daniel Redondo (Maní), Janaína Rueda (Bar da Dona Onça), Laurent Suaudeau, Rodrigo Oliveira (Mocotó) e Geovane Carneiro e Luciano Nardelli, subchefs do D.O.M. 

Principais momentos da Virada Cultural
Mocotó: porção de baião de dois (R$ 10,00) (Foto: Sophia Braun)

Apesar dos participantes de peso, a proposta de oferecer comes e bebes a preços camaradas se mantém. Os quitutes custarão entre R$ 5,00 e R$ 15,00.

Sócios da filial paulistana do bar Aconchego Carioca, o especialista em cervejas Edu Passarelli e a chef Kátia Barbosa vão preparar os famosos bolinhos de feijoada, com massa de feijão-preto e couve e bacon no recheio (R$ 15,00 a porção com quatro unidades).

Aconchego Carioca - bolinho de feijoada
Aconchego Carioca: bolinho de feijoada recheado de couve e bacon (Foto: Divulgação)

Outra receita criativa é o sanduíche de porco bebinho (R$ 15,00), especialidade do Rothko. O proprietário Diego Belda estará por lá para servir essa costelinha suína marinada em caipirinha e servida no pão francês.

Para adoçar o dia, a chef Carole Crema, da La Vie en Douce, leverá bolo gelado de coco (R$ 6,00 a fatia) e sorvetes com caldas diversas (R$ 12,00).

A venda dos cupons será realizada apenas em dinheiro. Não serão aceitos cartões de débito ou crédito.

+ Relembre a polêmica sobre a feira da madrugada

Fonte: VEJA SÃO PAULO