Comida

Chefs de cozinha voltam ao centro para celebrar culinária do Nordeste

Evento que ocupará o Vale do Anhangabaú no fim de semana dos dias 25 e 26 contará com Rodrigo Oliveira e Carlos Ribeiro

Por: Sophia Braun - Atualizado em

Chefs na Rua - Mixidinho Paraibano
Mixidinho paraibano (R$ 15,00): homenagem do chef Carlos Ribeiro à sua terra natal (Foto: Divulgação)

Depois da feira do Minhocão, em maio, o projeto Chefs na Rua vai ocupar o Vale do Anhangabaú para mais uma maratona da baixa gastronomia. No sábado (25) e domingo (26), bares e restaurantes de culinária nordestina e chefs convidados vão celebrar o centenário do rei do baião, o pernambucano Luiz Gonzaga. A festa terá muito acarajé, caldo de mocotó, escondidinho de carne-seca e guisado de bode, entre outras delícias para petiscar.

+ Relembre a feira do Minhocão + De acarajé a cocada: onde saborear as delícias baianas de Jorge Amado

Esta segunda edição do evento terá curadoria de Rodrigo Oliveira, à frente do concorrido Mocotó. Já confirmaram presença Marcelo Pinheiro (Tarsila), Carolina Brandão (Las Chicas), Rafael Sessenta (Sotero) e o alagoano Guga Rocha, que ficou conhecido pelo quadro Super Chef, apresentado por Ana Maria Braga no programa Mais Você.  Os estabelecimentos Bar dos Cornos e Bebo Sim também estarão por lá. Cada participante servirá pratos regionais com preços entre R$ 5,00 e R$ 15,00. Custará o valor máximo o "mixidinho" de arroz, feijão, lombo suíno e queijo de coalho preparado por Carlos Ribeiro, do Na Cozinha, cuja receita você confere no Blog do Lorençato

Luiz Gonzaga - Chefs na Rua
Luiz Gonzaga: rei do baião inspirou festival de forró e culinária nordestina (Foto: Irmo Celso)

A comilança integra uma programação que homenageará Luiz Gonzaga com shows de forró. Realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, o evento deve ter, segundo seus organizadores, uma apresentação do grupo Falamansa com Jorge du Peixe, às 20h do sábado, e uma performance da cantora Elba Ramalho, às 15h30 do dia seguinte, entre outras atrações.

Fonte: VEJA SÃO PAULO