Seca

Em meio à crise, presidente da Sabesp anuncia saída da empresa

Em carta a funcionários, Dilma Pena admite que após as férias voltará para fazer a transição do cargo e pede chuva para o próximo ano

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

dilma-pena1
Dilma Pena deixará a presidência da Sabesp em 2015 (Foto: Reprodução TV)

A presidente da Sabesp, Dilma Pena, admitiu em carta enviada à funcionários da companhia que deixará o cargo em 2015.  A saída ocorre durante a pior crise hídrica da história do estado de São Paulo.  Acusada de má gestão na escassez d'água, a executiva sai com a imagem desgastada. 

 "Saio de férias até dia 02/01 e volto para fazer a transição para o sucessor que o Conselho de Administração nominar", escreveu ela, em carta destinada a diretores. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Dilma Pena está na presidência da Sabesp desde 2011, mas sua permanência se tornou insustentável, principalmente, após o vazamento de gravações. Em uma delas, a presidente diz que uma "orientação superior" impediu a companhia de alertar sobre a necessidade de economizar água. Trechos da conversa dela com o vereador Andrea Matarazzo (PSDB) também foram divulgados. Na ocasião, a executiva classificou  como "teatrinho" a CPI da Câmara de Vereadores que investiga os contratos da Sabesp com a prefeitura. 

Em sua carta de despedida, a executiva demonstra exaustão e  diz que só ter condições de agradecer. "Minha mente estava exigindo tempo, minha alma precisava calma, e meu coração paz."

A presidente da Sabesp escreveu que os funcionários terminam o ano não como vencedores, mas como lutadores. "Ganhamos várias batalhas, mas não a guerra, ainda." E ela finalizou desejando um ano menos árido aos colaboradores.  "Para todos vocês e suas famílias um FELIZ NATAL [...], e 2015 melhor que 2014, com muita chuva e trabalho profícuo." 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO