Mistérios da Cidade

Chef recria cartões-postais com chocolate

Monumento às Bandeiras e o Masp foram os pontos turísticos escolhidos pelo francês Bertrand Busquet

Por: Mauricio Xavier [Com reportagem de Helena Galante e Lívia Roncolato] - Atualizado em

Bertrand Busquet
Bertrand Busquet, consultor técnico da Barry Callebaut (Foto: Mario Rodrigues)

Esculpir o Monumento às Bandeiras em chocolate meio amargo e branco não é tarefa para confeiteiros amadores. E o Masp, então, com aquele improvável vão livre? Nas duas réplicas em questão, foi gasta mais de uma semana de trabalho. O responsável pelas façanhas é o francês Bertrand Busquet, consultor técnico da Barry Callebaut.

Maior fabricante de barras gourmets do mundo, a marca franco-belga inaugurou neste mês sua primeira escola de chocolate na América do Sul. Instalada na Avenida Paulista, num espaço de 473 metros quadrados devidamente refrigerado e equipado com bancadas de mármore individuais (indispensáveis para manusear a delicada matéria prima), a academia oferece cursos para iniciantes, intermediários e avançados.

Ou seja, tanto quem faz ovos de Páscoa na cozinha de casa quanto quem tem uma chocolateria profissional podem aperfeiçoar suas habilidades. Os módulos de ensino custam de 90 a 1.900 reais. A próxima aula de molde em cacau será entre os dias 20 e 22 de agosto, com o designer Glauco Scisci, por 900 reais. Mais informações pelo site www.chocolate-academy.com.

+ Primeiro quadro de Tarsila do Amaral será leiloado

+ Duas exposições brasileiras entram na galeria virtual do Google

+ Livro narra a saga de um imigrante japonês no Brasil

Fonte: VEJA SÃO PAULO