Carnaval

Cervejas refrescantes para curtir entre um e outro agito

Bares e especialistas em cervejas indicam rótulos leves para refrescar as altas temperaturas durante os dias de folia

Por: Marcelo Cobra - Atualizado em

01332619_7G8E6A3B3C
Composição com diferentes estilos de cerveja: ideais para esta época do ano (Foto: Romero Cruz)

Ainda que neste ano o verão paulistano esteja longe das altas temperaturas, as baladas nos blocos, festas e desfiles de Carnaval garantem um clima tórrido que somente cervejas refrescantes podem aplacar. VEJA SÃO PAULO conversou com especialistas e selecionou alguns rótulos ideais para a época - ou apenas para um encontro com os amigos no fim de tarde.

+ Saiba tudo sobre o Carnaval em São Paulo

Em comum, todos eles citam representantes do estilo witbier, marcadamente refrescantes e elaboradas com raspas de laranja e sementes de coentro, com teor alcóolico médio que varia entre 4,5% a 5,5%. “É o que vai pegar neste verão”, afirma Edu Vitelli, sócio do Ciao! Vino & Birra, na Vila Mariana. Entre os 110 rótulos que compõem a carta do bar, ele indica a mineira artesanal Wäls Witte, elaborada com especiarias e de aroma cítrico.

Ciao! Vino & Birra
O simpático terraço do Ciao!: para provar boas cervejas (Foto: Fernando Moraes)

Em alternativa, Vitelli também cita garrafas do gênero India Pale Ale, também cítricas, porém com graduação alcóolica um pouco mais elevada, de 5% a 7,5%, entre elas, a Green Cow IPA, da Cervejaria Seasons (RS), feita com capim-limão. 

Quem também aposta na witbier é a Cervejaria Ô Fiô, que tem entre os 180 rótulos a italiana Issac Baladin, com aroma frutado que remete a maçã e pêssego.

No Aconchego Carioca, recém-inaugurado nos Jardins, o beer sommelier Eduardo Passarelli (ex-Melograno), montou uma carta com quase 200 rótulos, divididos por estilo. Constam nessa lista a lager Göttlich Divina! Weiss, da catarinense Opa Bier, com adição de guaraná e baixo amargor de lúpulo, e a american Sixpoint Resin, com sabor de maracujá.

frango-carta-cervejas
Um dos ambientes do Frangó e uma pequena amostra da variedade de garrafas (Foto: Fernando Moraes)

Eleito o detentor da melhor carta de cervejas na última edição do especial “Comer & Beber”, o Frangó lista no cardápio a Coruja Viva, de Porto Alegre, servida em garrafa de 1 litro. Com 4% de álcool, trata-se de uma artesanal com amargor suave.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO