harmonização

Especialista dá dicas de como combinar cervejas e queijos

Das bebidas mais leves às encorpadas, Cilene Saorin destaca as melhores opções; saiba onde comprar os produtos

Por: Mariana Oliveira - Atualizado em

"Quando se fala em harmonização, duas palavras são peças-chave: equilíbrio e diálogo", alerta Cilene Saorin, mestre cervejeira e sommelière. Cilene participa da curadoria do Degustação Beer & Food, evento que começa nesta sexta (1º) e reúne produtores, apreciadores e especialistas da bebida. A pedido de VEJA SÃO PAULO, ela deu dicas de quais queijos vão bem com os diferentes tipos de cerveja que encontramos em mercados e empórios da cidade.

+ Sommelier do Fasano indica os melhores vinhos baratos de supermercados

+ Paçoquinha cremosa: descobrimos por que é difícil encontrá-la

Levando em consideração a quantidade de gordura dos laticínios e a intensidade das bebidas (medida pela combinação entre álcool, amargor, acidez e frisante), a lista abaixo começa pelas opções mais leves e termina com sabores mais marcantes. "A harmonização entre comida e bebida vai além da preparação da boca para a próxima garfada. Quando a interação entre as características dos alimentos é completa, temos uma sensação parecida com um abraço em quem amamos", reflete a sommelière.

+ Restaurantes oferecem fondue na temporada de frio

Queijos frescos: por conter pequenas quantidades de gordura, laticínios como o minas frescal e a ricota formam boas combinações com as cervejas do tipo pilsen, encontradas facilmente em qualquer supermercado da cidade. Entram opções como a Bohemia Pilsen, Baden Baden Cristal, Stella Artois, Estrella Damm e Heineken. 

Queijos de casca branca: o brie e o chèvre fazem parte dessa família. Para acompanhar a primeira opção, feita com leite de vaca, escolha o tipo weiss. A dica é a alemã Bamberg Weizen. Com os queijos de cabra, compre bebidas do tipo wit, como a Hoegaarden Wit. 

Queijos semiduros: para os fãs do gruyère, queijo suíço, a mestre-cervejeira indica as bebidas do tipo blond ale, como a La Trappe Blond. Da mesma família, o emmental forma uma ótima dupla com o estilo belgian pale ale. É exemplo a Eisenbahn Pale Ale. 

Queijos duros: parmesão e pecorino são grandes exemplos dessa classificação. Um mesmo estilo de cerveja pode harmonizar os dois: robust porter. Bem encorpada, a londrina Fuller's London Porter casa com laticínios mais gordurosos. 

Queijos de veios azuis: com sabores intensos, queijos como gorgonzola e roquefort precisam de cervejas mais robustas. Para casar com o primeiro, típico da Lombardia, região da Itália, aposte nas famosas IPAs (india pale ale), como a Colorado Indica. Já o laticínio francês cai bem com o estilo Imperial Stout, que tem como bom exemplo a versão feita pela cervejaria Bierland. 

+ Restaurantes incrementam menus com sopas e caldos

Confira abaixo a lista com todos os queijos e cervejas citadas no texto e veja onde encontrar cada produto:

CERVEJAS

Bohemia Pilsen

Baden Baden Cristal

Stella Artois

Estrella Damm

Heineken

Bamberg Weizen

Hoegaarden Wit 

La Trappe Blond

Eisenbahn Pale Ale

Fuller's London Porter

Colorado Indica

 

QUEIJOS

Minas Frescal

Ricota

Brie

Chèvre

Gruyère

Emmental

Parmesão

Pecorino

Gorgonzola

Roquefort

* Preços checados em 31/7/2014

Fonte: VEJA SÃO PAULO