Consumo

Cervejas especiais: embalagens diferentes

Veja as embalagens que roubam a atenção das bebidas

Por: Nathalia Zaccaro e Mauricio Xavier

Capa 2267- Consumo - Multiplicação das Cervejas
De rótulos silkados na própria garrafa a decoração art déco, os recipientes inovam e viram atração (Foto: Veja São Paulo)

Não é só o líquido das geladas especiais que chama atenção: os recipientes se tornaram atração. Inspirada nas bebidas consumidas pelos czares russos, a pilsen estoniana Viru é um exemplo. A descrição de sua garrafa também desperta interesse: “Em estilo art déco, característico dos anos 20, e com referências às torres dos castelos do Leste Europeu”. Outra que inovou, a cervejaria fluminense Mistura Clássica aposta na Mississippi, envasada na primeira lata de 1 litro do país. De mesmo volume, a gaúcha Coruja Viva remete a um frasco de remédio das antigas drogarias. Já a Infinium é vendida com um rótulo “silkado”, ou seja, gravado diretamente no vidro.

+ Tudo sobre cervejas especiais

+ Veja onde comprar e beber

INFINIUM

Capa 2267- Consumo - Multiplicação das Cervejas
(Foto: Divulgação)

Estilo: ale

Países: Estados Unidos e Alemanha

Teor alcoólico: 10,5%

Volume: 750 ml

Preço: 100 reais

CORUJA VIVA

Capa 2267- Consumo - Multiplicação das Cervejas
(Foto: Divulgação)

Estilo: pilsen

País: Brasil

Teor alcoólico: 4,5%

Volume: 1 litro

Preço: 28 reais

MISSISSIPPI

Capa 2267- Consumo - Multiplicação das Cervejas
(Foto: Divulgação)

Estilo: brown ale

País: Brasil

Teor alcoólico: 7%

Volume: 1 litro

Preço: 19,50 reais

VIRU

Capa 2267- Consumo - Multiplicação das Cervejas
(Foto: Divulgação)

Estilo: pilsen

País: Estônia

Teor alcoólico: 5%

Volume: 300 ml

Preço: 18 reais

Fonte: VEJA SÃO PAULO