Roteiro

CCBB tem programação inclusiva para as férias

Público pode curtir uma seleção divertida de atividades até dia 29

Por: Bruna Gomes - Atualizado em

Contação de histórias no CCBB
Contação de histórias: uma das atrações do CCBB (Foto: Divulgação)

O Centro Cultural Banco do Brasil preparou uma série de atrações gratuitas para animar as férias. São visitas monitoradas, contação de histórias, oficinas, shows e passeios adaptados para surdos e cegos. As atividades tiveram início nesta terça (17) e vão até dia 29.

Veja a programação completa:

- Visita ao prédio - Conhecendo o CCBB

Um passeio monitorado, com duração média de uma hora, passa pelo cofre no subsolo, térreo, 1º, 2º e 3º andares e fachada. É preciso ver a disponibilidade de educadores na bilheteria.

Quando: terças e domingos, das 9h às 20h

+ Veja os melhores filmes em cartaz

+ Exposições que não dá para perder

- Visita em Libras

O passeio dedicado a surdos ou pessoas fluentes em Libras passa pelo térreo, 1º, 2º e 3º andares.

Quando: sábados, às 13h

- Visita Sensorial

Aqui, a monitoria é dedicada a deficientes visuais. O público em geral também pode participar e é convidado a fazer o percurso com uma venda nos olhos. A ideia é explorar o prédio por meio de outros sentidos além da visão. O trajeto inclui fachada, cofre no subsolo, térreo, 1º, 2º e 3º andares.

Quando: quintas e domingos, às 13h

- Em Cantos e Contos

No Mezanino, o público é convidado a soltar a imaginação ao ouvir diferentes histórias.

Quando: terça a domingo, às 14h

- Contações em Libras com narração em português

Aqui as histórias são contadas em Libras e narradas em português.

“Um mito indígena” - Sexta (20), às 14h

“O Abanador Mágico do Tengu” – Sexta (27), às 14h

- Vivências Musicais – Brincadeiras musicais

Público tem acesso a jogos musicais e cantigas de roda para reviver as brincadeiras clássicas de nossa cultura.

Quando: terça a domingo, às 15h

- Fazendo a sua revista

Nesta oficina, o visitante é convidado a fazer uma revista com placas que se encaixam de diversos modos. De acordo com a estrutura da narrativa, elas podem formar diferentes esculturas.

Quando: terça a domingo, às 11h

- Memórias inventadas

A ideia do laboratório é que o visitante construa a história da cidade misturando notícias da velha São Paulo com histórias inventadas ou até mesmo criando novos episódios para compor a memória paulistana.

Quando: quarta (25), às 13h

- Cortejo Educativo

O público se diverte com um show que reúne canções do repertório popular. Brincadeiras, adivinhas e trava-línguas também fazem parte da apresentação que passeia pelo prédio.

Quando: quintas e sextas, 12h30

Fonte: VEJA SÃO PAULO