Evento

Casa Cor: quarto

Aposta para o cômodo é nas decorações mais neutras, que resistam a modismos

Por: Manuela Nogueira

Casa Cor 2218
Na hora de dormir: a suíte de Simone Goltcher (Foto: Mario Rodrigues)

No ambiente reservado, a aposta é uma decoração mais neutra, que resista às mudanças da moda. Na suíte criada por Simone Goltcher, destacam-se o uso de materiais naturais, como o bambu, as tinas em tons de areia, as persianas de fibra natural e as lâmpadas econômicas.

+ Confira as principais tendências que serão apresentadas pela próxima edição da Casa Cor

Casa Cor 2218
Casa Cor 1988: quarto infantil desenhado por Nonô Capote Valente (Foto: Ricardo Breda)

Os tecidos pesados, como a cortina de veludo e as cores berrantes das outras fotos desta página, ficaram para trás. “Eram quartos cansativos”, afirma a arquiteta. Outra mudança notável: as camas aumentaram consideravelmente. “As pessoas passaram a querer em casa as camas king-size que encontravam nos hotéis quando viajavam”, diz Angelo Derenze, presidente da Casa Cor.

Casa Cor 2218
Casa Cor 1992: dormitório de Paulo Gazola e Maiza Gazola Rivelino (Foto: Fernando Miranda)

Fonte: VEJA SÃO PAULO