A Opinião do Leitor

Cartas sobre a edição 2323

Por:

Capa - Edição 2323
Capa da edição 2323: Duelo de Gigantes (Foto: Veja São Paulo)

Comida

A capa está espetacular (“Duelo de gigantes”, 29 de maio). Se o intuito devocês era chamar atenção, conseguiram. A revista ficou sobre a minha mesa detrabalho e todos que passavam e a viam pelo vidro vinham correndo saber doque se tratava. Com isso, VEJA SÃOPAULO rodou todo o departamento. Parabéns. Lilian Marcelino Jacob

O sucesso do Butcher’s Market na capade VEJA SÃO PAULO foi tanto que, somente no sábado (25), vendemos mais de 600 sanduíches, o dobro da média. A maioria dos clientes experimentou, sem medo e com muita fome, o hambúrguer mais alto da cidade. Ryan Kim

Quantidade jamais foi sinônimo de qualidade. Não é à toa que a medida da circunferência abdominal do brasileiro está chegando à mesma proporção daquela do americano. E compensar carências com comida sempre foi um péssimo negócio. Cecilia Rezende

Televisão

A história de Laura Cardoso, a Bette Davis brasileira, se confunde com a própria história da televisão (“Quero ser a melhor”, 29 de maio). Vinda do rádio, a atriz deixa sempre seu registro a cada telenovela que faz. O sucesso de Laura é a prova de que uma carreira se faz com talento, dignidade, postura e, sobretudo, profissionalismo. Ruvin Ber José Singal

Laura Cardoso é fantástica. Não tem vergonha das marcas da idade e continuaatuan do brilhantemente. Parabéns à atriz, que sempre está se superando. Monica Delfraro David

Quércia

Pelos dados da reportagem sobre o patrimôniode 1,5 bilhão de reais do ex-governador Orestes Quércia (“Espólio bilionáriona mira”, 22 de maio), concluímos o seguinte: considerando uma vida ativa de cinquenta anos, ou seja, 600 meses, teremos em média um faturamento mensal de 1,7 milhão de reais desde que ele começou a trabalhar, já descontado o IR. Sabendo-se que sua única profissão foi de político, o que deduzo? Quero ser político! Almir Seixas

Tenho 77 anos, sou advogado e resido em Campinas. Quando Quércia foi eleito prefeito de Campinas, eu era vice-prefeito e passei a exercer o cargo de secretário de Educação e Cultura. Durante o primeiro ano de gestão, comecei a receber denúncias de que materiais da municipalidade estavam sendo desviados para uma fazenda dele na cidade de Pedregulho. Como as denúncias passaram a ser constantes, resolvi investigar pessoalmente. Fui até a tal fazenda e fotografei um galpão construído com trilhos de bondes retirados das ruas de Campinas. De posse dessas fotos, fui ao Correio Popular. O jornal as publicou na primeira página, com grande reportagema respeito. Tenho duas caixas de papelão, daquelas que acondicionavam os televisores antigos, cheias de matérias que se referem a outras falcatruas cometidas por esse indivíduo. É claro que ele me processou, mas sem sucesso. Não só provei em juízo que as acusações eram verdadeiras como o cidadão foi condenado a pagar as custas e os meus honorários! Honorários que recusei receber, uma vez que não tinha como saber a origem do dinheiro, fatos consignados nos processos. Eugênio José Alati

O empreendedorismo levado à vida pública consolidou Orestes Quércia como governante de extrema relevância, cuja marca foi a do desenvolvimento. Quero consignar meu profundo respeito pela memória desse grande líder! Claudia Rei

Zona Oeste

A PUC-SP informa que não houve fechamento de cursos de graduação (“Achados da Zona Oeste”, 29 de maio). No início de 2013, a PUC-SP apenas não iniciou turmas de primeiro ano que deixaram de atingir o número mínimo de alunos estabelecido pelo Conselho Universitário, a partir do plano pedagógico de cada curso. Thiago Pacheco

Fonte: VEJA SÃO PAULO