A Opinião do Leitor

Cartas da edição 2410

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Capa - Guia do Verão
(Foto: Arte)

Capa

Excelentes as dicas para se refrescar na reportagem “Manual de sobrevivência aos 30 graus” (28 de janeiro). E a capa com o Borba Gato de ventilador foi das melhores já feitas pela Vejinha. Alexandre Fontana

Falta de luz

O que causa indignação é o descaso dessas concessionárias (“Um serviço no escuro”, 28 de janeiro). Como ficam nossos direitos como consumidores? É claro que, no mínimo, devemos ser indenizados. Rodrigo Helfstein

Terraço

A respeito da nota “No ato final, um calote” (28 de janeiro), acredito que um voto de confiança deve ser dado à administração do Municipal, especialmente ao maestro John Neschling, que tem elaborado temporadas brilhantes. Contratempos acontecem, e não apenas numa partitura musical! Diógenes Gomes

O local encena Salomé. Um sucesso. Mas os artistas estrangeiros ainda não foram pagos. Adaptando a frase de um presidente francês: o Municipal não é um teatro sério. Fausto Ferraz Filho

Memória

A linha do Trem das Onze parou em1965, mas os versos da obra-prima de Adoniran Barbosa nunca deixarão os trilhos da eternidade (“A música que virou um cartão-postal”, 28 de janeiro). Abel Pires Rodrigues

Ivan Angelo

Sempre sensível, o cronista foi perfeito no texto “Limpando o celular” (28 de janeiro). Em dias de tanta tecnologia, pior do que apagar os que se foram no tempo é apagar-se diante da telinha na presença do outro. Nancy Casagrande

Fonte: VEJA SÃO PAULO