Crianças

Musical de 'Carrossel' empolga a garotada no Espaço das Américas

Após o fim da novelinha do SBT, público mirim reencontra seus ídolos em duas apresentações

Por: Leonam Bernardo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Sucesso de audiência no SBT, a novela infantil Carrossel chega ao fim esta semana com uma legião de minifãs. Na esteira do fenômeno televisivo, para a alegria da garotada, um musical foi montado com o elenco original da atração para duas apresentações, neste fim de semana, em São Paulo.

Acompanhadas por pais, tios, babás e avós, crianças uniformizadas — copiando o figurino dos personagens do folhetim — causavam a sensação de uma gigantesca volta às aulas a quem chegava ao Espaço das Américas, no sábado (20), para a primeira apresentação do espetáculo. Ansiosos, os pequenos não esperavam a hora de ver de perto seus ídolos da TV.

“Estou muito emocionada por me encontrar com os personagens pessoalmente. Acompanhei a novela toda”, disse a garota Yasmin, de 9 anos, que veio acompanhada da mãe, a assistente comercial Lilian Andrade, 34 anos. “Eles devem muito desse sucesso todo às crianças, ao público, então acho bacana essa oportunidade de vê-los aqui no palco”, comentou.

Crianças no musical 'Carrossel'
A pequena Ana Beatriz (à dir.) com a mãe e a coleguinha: diversão por mais de duas horas (Foto: Leonam Bernardo)
No espetáculo, entre as canções conhecidas da atração, como o tema Carrossel e Beijo, Beijinho, Beijão, também foram entoados sucessos da música brasileira, como Aquarela e O Caderno, de Toquinho. Até A Banda, composta por Chico Buarque em 1966, durante a ditadura, fez parte do set list. Já no final, o Rock das Lanchonetes, interpretada por Jaime Palillo (personagem de Nicholas Torres), foi uma das que mais empolgou a plateia. “Essa é a minha preferida! É a mais animada de todas”, comemorou Ana Beatriz, de 6 anos.

No palco, aos personagens da série também foram somados bailarinos que deram volume e agilidade aos números musicais — todos gravados. Na plateia, o clima era extremamente descontraído: entre os gritos eufóricos dos pequenos, pais registravam todos os detalhes com câmeras, celulares e tablets, por vezes atrapalhando a visão de quem estava por perto. A garotada repete a dose neste domingo, quando o espetáculo volta a ser apresentado às 19h.

Fonte: VEJA SÃO PAULO