Restaurantes

Carlino: filial de cantina centenária

Inaugurado no fim do século XIX, o restaurante ganha sua primeira extensão em Perdizes

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Carlino_2147
Paleta de cordeiro fatiada com tagliolini: R$ 25,90 no almoço executivo (Foto: Fernando Moraes)

Considerada o mais antigo restaurante paulistano em atividade, a cantina Carlino foi fundada em 1881 pelo italiano Carlo Cecchini. Sempre funcionou no centro da cidade, primeiro no Largo do Paiçandu e, posteriormente, na Avenida Doutor Vieira de Carvalho, onde acabou fechando, em 2002. Após um intervalo de três anos, o atual proprietário, Antonio Carlos Marino, reabriu a casa, dessa vez ao lado do antigo Hotel Hilton, na Rua Epitácio Pessoa, dedicada basicamente a servir almoços. Agora a novidade é a primeira filial, inaugurada em outubro numa das franjas de Perdizes e de cardápio maior que o da casa-mãe.

A filial ocupa o espaçoso salão de um extinto rodízio. Por isso, não estranhe encontrar no centro desse ambiente um aparador de antepastos vendidos por peso (R$ 6,40 cada 100 gramas) no jantar e nos almoços de fim de semana. Os pratos são idênticos aos da matriz, mas de acabamento um pouco melhor. Opção de frutos do mar, o tagliolini ao molho de creme de leite e limão-siciliano (R$ 44,00) está prometido no cardápio com camarão e lagostim. Embora tivesse uma grande quantidade de camarão, a massa saborosa veio sem um único pedaço de lagostim. A falta de um ingrediente não chegaria a constituir falha grave se fosse alertada previamente. Não foi o que aconteceu. A paleta de cordeiro pode ser pedida tanto à la carte (R$ 79,00 em peça inteira para duas pessoas) quanto fatiada no almoço executivo de segunda a sexta (R$ 25,90). Assada até ficar bem tenra, tem a companhia de tagliolini ao molho de tomate fresco, ervas e generosa quantidade de alho.

Na sobremesa, prefira o bavarese (R$ 12,00), espécie de pudim espessado com chantilly e gelatina ao molho de frutas frescas. Enxuta, a carta de vinhos traz algumas opções a preços atraentes, caso do argentino Kaiken Cabernet Sauvignon 2007 (R$ 47,00).

Carlino. Rua Traipu, 91, Perdizes, tel.: 2359-7269 (130 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; seg. até 22h30). Cc: todos. Cd: todos. Cr: todos. Estac. c/manobr. (R$ 5,00 seg. a sex. até 18h; R$ 10,00 nos demais horários). Couvert: grátis (almoço de seg. a sex.) e R$ 4,90 (demais horários). Aberto em 2009.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO