Bares

Car Lounge se inspira no universo da velocidade

Endereço no Tatuapé é voltado para os aficionados por carangas envenenadas

Por: Fabio Wright - Atualizado em

Car Lounge
O salão da grandiosa casa: referências ao universo das corridas (Foto: Mario Rodrigues)

Quatro imóveis precisaram ser postos abaixo na Rua Azevedo Soares, no Tatuapé, para dar lugar ao imponente Car Lounge. Inaugurado há quase três meses, o endereço ocupa um terreno de 1.500 metros quadrados e pretende atrair sobretudo os fanáticos por velocidade e carangas envenenadas.

+ Nostalgia: carros antigos, lambrettas e motos

+ Motoristas aderem à moda do adesivo fosco

+ Avenida Europa reúne os carros mais cobiçados do mundo

A casa foi criada por um apaixonado pelo tema, o paulistano Francisco Russo. Só de observar a decoração dá para sacar a grande preferência do dono: os Mustangs. Compõem o ambiente o capô de um Shelby GT 500, vindo de Las Vegas, e uma mesa de sinuca adaptada numa réplica do Mustang Fast Back Eleonor 1967, colocada no piso superior.

 

O salão principal, com pé-direito de 6 metros e iluminação excessiva, traz ainda TVs ligadas no canal Speed, voltado para eventos de corrida. Até o uniforme dos funcionários brinca com a proposta — eles usam camisa de mecânico na qual se lê nas costas “abastecimento” (para os garçons) ou “chefe de equipe” (para o maître).

+ Xaveco Virtual: nossa ferramenta para paquerar no Twitter

Vá preparado, pois as bebidas têm preços turbinados. Cobram-se, por exemplo, R$ 10,00 por uma Bohemia e R$ 25,00 pela paulista Colorado Indica. É mais vantajoso pedir a uruguaia Norteña, que sai por R$ 23,00 e vem numa garrafa maior, de quase 1 litro. Uma bela adega guarda 65 rótulos de vinho, entre eles o cabernet sauvignon chileno Isla Negra 2009 (R$ 75,00).

Com melhor desempenho, a cozinha solta sugestões como o cremoso bolinho da casa (R$ 23,90; nove unidades), de milho, pastrami, queijo de minas cremoso e um toque picante de páprica. Agradou também a cataplana de polvo (R$ 29,90), uma receita fria na qual o molusco cozido vem combinado a cebola confitada, pimentão, alecrim, azeite e raspas de limão-siciliano.

Nos fundos, um espaço adornado com um painel do artista plástico Eduardo Kobra abriga exposições temporárias de carros de verdade, como Mavericks, Mustangs e outros bólidos.

BEBIDAS ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO