Memória paulistana

Capital retratada pelo fotógrafo suíço Guilherme Gaensly integra livro

Por: Edison Veiga [Renata Hawilla] - Atualizado em

Em fevereiro de 1894, após morar 23 anos em Salvador, o fotógrafo suíço Guilherme Gaensly mudou-se para São Paulo. Deixou seu cunhado Rodolpho Lindemann cuidando do estúdio fotográfico Gaensly & Lindemann, que ambos mantinham na capital baiana. Ao chegar aqui, montou uma filial da loja na Rua Quinze de Novembro. Com suas lentes, registrou cenas do dia-a-dia paulistano do fim do século XIX e do início do século XX. A foto ao lado, por exemplo, datada de 1918, mostra uma casa na confluência das alamedas Barão de Limeira e Glete, no centro. Integra o recém-lançado livro Noticiario Geral da Photographia Paulistana, de Paulo Cezar Alves Goulart e Ricardo Mendes, co-editado pelo Centro Cultural São Paulo e pela Imprensa Oficial.

Fonte: VEJA SÃO PAULO