CRISE HÍDRICA

Nível do Cantareira registra alta no fim de semana

Sistema não tem mais sofrido com o "efeito esponja"

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Cantareira crise hídrica
e na semana passada: saindo do sufoco (Foto: LUIS MOURA/ESTADÃO CONTEÚDO)

Boa notícia para os paulistanos: o nível do Sistema Cantareira subiu no sábado e no domingo. Os reservatórios agora operam em 45,4% da sua capacidade, segundo dados divulgados pela Sabesp.

Desconsiderando-se o volume morto, o nível do manancial está em 16,1%.

Nas últimas 24 horas, choveu apenas 0,1 mm no Cantareira, que termina o mês com acumulado pluviométrico de 248,4 mm. A média histórica para janeiro é de 263 mm, segundo a Sabesp.

Quanto aos demais sistemas de abastecimento, não houve registro de alta de ontem para hoje. O Guarapiranga foi o que mais caiu, de 83,6% para 83%. Os níveis de Rio Grande e Alto Cotia diminuíram 0,3 ponto porcentual, para 90,9% e 101,8%, respectivamente.

No Alto Tietê, a queda foi de 0,1 ponto porcentual, para 29%. Já o Rio Claro se manteve estável, em 81,9%.

Segundo Pedro Côrtes, professor da Universidade de São Paulo (USP) e especialista em recursos hídricos, as chuvas constantes que têm caído no manancial desde outubro do ano passado ajudaram a encharcar o solo que estava seco e anular o chamado "efeito esponja", aumentando a vazão afluente. (com Estadão Conteúdo)

Fonte: VEJA SÃO PAULO