Esporte

Canoas da equipe olímpica chinesa estão presas na Alfândega de Santos

Atletas treinam com equipamento emprestado na Raia da USP, na Cidade Universitária

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Li Qiang Atleta canoagem China
Li Qiang, atleta da equipe olímpica de canoagem da China (Foto: Reprodução)

A equipe de canoagem da China, que se prepara desde sábado (23) na capital para os Jogos Olímpicos do Rio-2016, está sendo obrigada a treinar com equipamento emprestado na Raia da USP, na Cidade Universitária, no Butantã.

+ Confira as últimas notícias da cidade

O improviso, estranho quando se trata de uma competição deste porte, foi provocado porque as canoas da delegação do país acabaram presas na Alfândega do Porto de Santos, no litoral paulista, onde estão desde sábado (23).

Mistérios da Cidade 2258 raia USP
Raia olímpica da USP, ao lado da Marginal Pinheiros: 2,2 quilômetros de comprimento (Foto: Cida Souza)

Segundo a Receita Federal, o material não foi liberado porque os representantes chineses não apresentaram a chamada Declaração Simplificada de Importação, que libera a carga no terminal após ela ser desembarcada nas docas.

Normalmente esse documento costuma ser enviado do país de origem pela internet, por vezes com dias de antecedência à chegada do contêiner. De acordo com o órgão, não há como iniciar o procedimento aduaneiro sem esse registro.

Procurada por VEJA SÃO PAULO, a direção da delegação olímpica chinesa afirma que está trabalhando para resolver os problemas burocráticos e espera liberar todas as canoas e trazê-las à capital até esta quarta (27).

Zhou Yu Atleta canoagem China
Zhou Yu, atleta da equipe olímpica de canoagem da China (Foto: Reprodução)

A equipe de canoagem da China é composta por sete atletas, sendo cinco mulheres - Zhou Yu, Ren Wenjun, Liu Haiping, Ma Qing e Li Yue - e dois homens - Li Qiang e Wang Riwei. Os destaques são Yu e Qiang, que já conquistaram medalhas de ouro em Jogos Asiáticos.

Para não ficarem "a ver navios" às vésperas dos Jogos, os chineses têm treinado nos últimos dias com três barcos emprestados pela Confederação Brasileira de Canoagem. O grupo pretende permanecer por ali até o próximo dia 8. A partir deste dia, a Raia da USP receberá a equipe de canoagem da Rússia.

"Os chineses chegaram no sábado e, sem canoas, se limitaram a correr em volta da raia para realizar alguma atividade física”, diz o coordenador do projeto olímpico do Centro de Práticas Esportivas da USP, Carlos Bezerra de Albuquerque.

EQUIPQ JAPAO HEBRAICA
Treino da equipe do Japão na piscina da Hebraica: uma das 22 delegações a aportar por aqui (Foto: Alexandre Battibugli)

Além de chineses, a capital está recebendo atletas de outros países que disputarão a Olimpíada do Rio. Entre as demais delegações, destaque para as equipes de natação do Japão e de Israel, que realizam seus treinos na piscina do clube A Hebraica, no Jardim Paulistano.

Fonte: VEJA SÃO PAULO