Inverno

Festival de Inverno de Campos do Jordão termina esta semana

Confira roteiro com shows, concertos, bares e baladas que agitam os últimos dias do evento

Por: Redação VEJA SP - Atualizado em

Cameara Aberta - Campos do Jordão - 2175
Grupo Cameara Aberta, que se apresenta no Auditório Cláudio Santoro, no sábado (31) (Foto: Divulgação)

ESPECIAL

ESPAÇO CULTURAL VEJA SÃO PAULO

Pelo oitavo ano, o espaço de 4 000 metros quadrados oferece filmes, shows, peças, aulas de ioga e, nesta edição, abriga uma pista de patinação no gelo. Há espetáculos para as crianças de quarta a sábado, às 17h.

+ Veja o especial Campos do Jordão

+ Veja tudo sobre Campos do Jordão

+ Portal NetCampos: confira mais atrações em Campos do Jordão

Na quarta (28), tem vez a montagem infantil ‘A Menina Anastácia e Zilef, o Supervilão’.

A atração de quinta (29) é ‘Pelada na Rua’, sob a direção de Alexandre Roit, que mostra o fascínio do futebol.

A Cia. Furunfunfum funde teatro e música em ‘Os Três Porquinhos’ na sexta (30). Logo mais, às 21h, os comediantes André Bernardes e Victor Sarro revezam-se no palco com seus solos.

Para encerrar a programação, no sábado (31), a criançada pode conferir a simpática peça ‘Ciranda das Flores’, de Helena Ritto e Fabio Torres. Para aquecer os adultos, às 21h, a pedida é o show do cantor e gaitista Lynwood Slim.

Uma sala de exibições com oitenta lugares faz sessões diárias, exceto às segundas. Confira a programação de terça (27) a sábado (31): 14h, a aventura infantil ‘A Pedra Mágica’ (dublado, 89min, livre); 16h, a aventura ‘Onde Vivem os Monstros’ (dublado, 84min, livre); 18h, o drama ‘Invictus’ (legendado, 113min, 14 anos); 20h, a aventura ‘Sherlock Holmes’ (legendado, 120min, 14 anos). Há uma sessão extra às 22h na sexta (30) e no sábado (31): o drama ‘Coco Antes de Chanel’ (legendado, 105min, 16 anos).

Rua Doutor Mário Otoni Rezende, 173, Capivari. Terça a quinta e domingo, 10h às 22h; sexta e sábado, 10h à 0h. Grátis. Até sábado (31).

 

PROGRAMA RUSSO

Em sua última semana, o Festival de Inverno de Campos do Jordão exibe um espetáculo no qual a plateia poderá admirar o trabalho de duas formações paulistanas, uma recém-fundada e outra uma velha conhecida.

No sábado (31), sobe primeiro ao palco do Auditório Cláudio Santoro a Camerata Aberta. Criado em março pela Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim e especializado em repertório contemporâneo, o grupo destaca seis dos seus instrumentistas para interpretar ‘A História do Soldado’, do compositor moderno russo Igor Stravinsky (1882-1971). Ex-oboísta da Sinfônica de Chicago, o gaúcho Alex Klein rege a peça.

Na sequência, a Orquestra Sinfônica do Estado entra em cena, também sob a batuta de Klein, para executar a ‘Sinfonia Nº 2 em Mi Menor Op. 27’, do russo Sergei Rachmaninov (1873-1943). O mesmo repertório é apresentado na Sala São Paulo um dia antes, na sexta (30).

Camerata Aberta e Orquestra Sinfônica do Estado: Auditório Cláudio Santoro (860 lugares). Avenida Doutor Luís Arrobas Martins, 1880, Alto da Boa Vista, tel.: (12) 3662-2334. Sábado (31), 21h. R$ 80,00. Bilheteria: 9h/22h (seg. a sex.); a partir das 9h (sáb.). Cc: todos. Cd: R e V. IR.

 

FESTIVAL DE INVERNO

ARNALDO COHEN E ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP

Sob a batuta de Ligia Amadio, a Osusp recebe o pianista carioca. Ele sola no ‘Concerto Nº 2 em Lá Maior S 125’, de Liszt. A abertura da ópera ‘Genoneva Op. 81’ e a ‘Sinfonia Nº 2 em Dó Maior Op. 61’, ambas de Schumann, também figuram no roteiro. Quinta (29), 21h. R$ 60,00.

CRISTINA ORTIZ E ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL

A pianista baiana volta a interpretar Frédéric Chopin — desta vez, o ‘Concerto Nº 2 em Fá Menor Op. 21’. Comandada por Rodrigo de Carvalho, a OSM executa ainda ‘Itinerários do Curvelo’, de Silvio Ferraz, e ‘Concerto para Orquestra’, de Béla Bartók. Quarta (28), 21h. R$ 60,00.

MÚSICA DE CÂMARA

‘Sonata para Violino e Piano’, de Maurice Ravel, abre o recital, com a participação do violinista Dmitri Berlinsky e do pianista Horácio Gouveia. ‘Tzigane’, do mesmo autor, e obras de Gabriel Fauré e Henrique Oswald também encontram lugar no programa. Terça (27), 21h. R$ 40,00.

ORQUESTRA DO FESTIVAL

Conhecido em outras edições como Orquestra Acadêmica, o grupo de músicos bolsistas e professores fecha o Festival de Inverno com duas récitas na cidade serrana e outra em São Paulo.

Na sexta (30), o conjunto sobe ao palco do Auditório Cláudio Santoro, onde encontra dois maestros no púlpito: Cláudio Cruz, que é spalla da Sinfônica do Estado, e Yan Pascal Tortelier, o regente principal da Osesp.

Cruz demonstrou boa técnica ao empunhar a batuta na apresentação da Filarmônica Brasileira com o pianista Nelson Freire, em março. Tortelier lidera os 112 integrantes da Orquestra do Festival em ‘Timbres, Espace, Mouvement’, peça composta em 1978 pelo francês Henri Dutilleux, e na suíte orquestral ‘O Pássaro de Fogo’, do russo Igor Stravinsky, em sua versão de 1945. Cruz toca e comanda os músicos nas ‘Quatro Estações Portenhas’, de Astor Piazzolla.

No sábado (31), a plateia assiste a um concerto ao ar livre na Praça do Capivari sem a obra de Dutilleux. O programa completo é executado mais uma vez na Sala São Paulo no domingo (1º). Sexta (30), 21h. R$ 80,00.

QUARTETO OSESP

Emmanuele Baldini (primeiro violino), Davi Graton (segundo violino), Peter Pas (viola) e Johannes Gramsch (violoncelo) recebem o pianista Caio Pagano. Eles tocam os quintetos ‘Op. 34’, de Brahms, e ‘Op. 44’, de Schumann. Segunda (26), 21h. R$ 40,00.

■Auditório Cláudio Santoro (860 lugares). Avenida Doutor Luís Arrobas Martins, 1880, Alto da Boa Vista, tel.: (12) 3662-2334. Bilheteria: 9h/22h (seg. a sáb.); 9h/18h (dom.). Ingressos também na Loja do Festival (Praça do Capivari, 190). Em São Paulo: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16, tel.: 3223-3966, Estação da Luz). Cc: todos. Cd: R e V. IR.

 

FABIO ZANONCelebrado por sua técnica, o violonista realiza recital-solo. Fernando Sor, Manuel Ponce, Radamés Gnattali, Sindo Garay, Agustín Barrios, Eduardo Caba e Marco Pereira ganham a sua interpretação. Sábado (31), 17h. R$ 50,00.

MÚSICA DE CÂMARARicardo Ballestero (piano), Horácio Schaefer (viola) e mais quatro instrumentistas se exibem na pequena capela com vista para a serra. Eles tocam peças de Robert Schumann, Olivier Toni e György Kurtág. Sexta (30), 17h. R$ 50,00.

■Capela do Palácio Boa Vista (60 lugares). Avenida Doutor Adhemar de Barros, 3001, Alto da Boa Vista, tel.: (12) 3662-1122. IR.

 

ORQUESTRA SINFÔNICA DO CONSERVATÓRIO DE TATUÍ

Wagner Polistchuk está à frente da formação. Mussorgsky, Piazzolla, Gershwin e Ginastera compõem o roteiro. Sábado (31), 16h. Grátis.

■ Praça do Capivari.

 

MÚSICA DE CÂMARA

Orientados por professores como Fany Solter e Eduardo Monteiro, os bolsistas de piano do festival ocupam a pequena igreja. No programa, Schumann, Liszt etc. Sexta (30), 15h30. Grátis.

MÚSICA DE CÂMARA OSESP

Integrantes da orquestra como Sérgio Burgani (clarinete) e Joel Gisiger (oboé) tocam no recital. No repertório, há temas de Mozart, Camargo Guarnieri e Liduino Pitombeira. Segunda (26), 15h30. Grátis.

■Igreja Nossa Senhora da Saúde (150 lugares). Praça Nossa Senhora da Saúde, 1, Vila Jaguaribe, tel.: (12) 3662-2919.

 

MÚSICA DE CÂMARABolsistas de piano do festival participam do espetáculo executando criações de Beethoven e Chopin, entre outros. Quarta (28), 15h30. Grátis. ■ Igreja Santa Teresinha (300 lugares). Rua Tadeu Rangel Pestana, 662, Abernéssia, tel.: (12) 3662-1740.

MÚSICA DE CÂMARA.

Apresentação dos bolsistas de violão do festival. Repertório a definir. Quinta (29), 15h30. Grátis.

MÚSICA DE CÂMARA OSESP.

Temas de Johan Svendsen e Osvaldo Golijov são alvos de músicos como Davi Graton (violino) e Adriana Holtz (violoncelo). Terça (27), 15h30. Grátis

■ Igreja São Benedito (200 lugares). Avenida Macedo Soares, 55, Capivari, tel.: (12) 3663-1340.

BALADAS

PUCCI

Com filiais em São Paulo e Bertioga, o clube também marca presença na serra. Frequentado tanto pelos novinhos quanto por um pessoal mais maduro, o Pucci investe em flashbacks dos anos 80 e 90, na maioria das vezes, remixados. Alternam-se no agito das noites os três DJs residentes, Diego Beltran, Juliano Fernandes e Marvin.

Pucci. Rua Doutor Ribeiro de Almeida, 30, Capivari. Informações, TEL.: 3167-2067. 22h/último cliente (sex. e sáb.). R$ 40,00 a R$ 100,00. Cc: todos. Cd: todos. www.pucci.com.br.

 

SUPER CLUB SIRENA PHOENIX

A Phoenix, balada que funciona há dezessete anos nas temporadas de inverno, e o Sirena, da Praia de Maresias, uniram forças e montaram uma nova casa noturna. Às sextas e aos sábados, o pessoal do Sirena bota para quebrar. Na sexta (30), Henrique Secchi, expert em house, abre a festa, seguido do DJ Puff, que se dedica à black music. Encerram a temporada sábado (31) os pick-ups do americano Kevin Barnett, em um set focado em house.

Super Club Sirena Phoenix. Avenida José Oliveira Damas, 582, Capivari. Informações, tel.: 3051-5465. 23h/último cliente (sex. a dom.). Mulheres: R$ 40,00 (antecipado) e R$ 50,00. Homens: R$ 80,00 (antecipado) e R$ 100,00. Cc: D, M e V. Cd: todos. Venda antecipada nas lojas Triton Eyewear dos shoppings Ibirapuera e Morumbi, com pagamento em dinheiro.

 

BAR

MERCEARIA CAMPOS

Da varanda que ocupa quase todo o salão, a vista para a Rua Djalma Forjaz é das mais privilegiadas. O aquecedor instalado no teto garante conforto até nos dias mais frios. Nesse ambiente, o público passa tardes e noites a consumir porções variadas, caso da de bolinho de bacalhau (R$ 29,90, com dez unidades) e da de empanada de carne (R$ 22,90, com quatro unidades). Entre os pratos, há opções como a truta à moda, em que o peixe grelhado ganha a cobertura de um molho de uva e a escolta de brócolis e batata sautée (R$ 54,90). Para duas pessoas, a fondue de queijo e a de carne custam R$ 87,90 cada uma, com direito a seis tipos de molho e pão francês. Alternativa ao chope (Brahma, R$ 7,90), a caipirosca mista combina vodca e seis opções de fruta (R$ 19,90).

Mercearia Campos. Avenida Victor Godinho, 25, Capivari, tel.: (12) 3663-1253/5014. 11h/último cliente. Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 5,00. www.merceariacampos.com.br.

RESTAURANTES BARONESA VON LEITHNER

Instalado em uma das primeiras propriedades do Brasil a plantar frutas vermelhas, o restaurante ocupa a antiga casa de veraneio do barão Otto Von Leithner. Em 2003, o empresário Luiz Goshima comprou as terras, restabeleceu o cultivo e, desde então, os produtos da fazenda são vendidos frescos, em forma de geleia e utilizados em receitas. A construção em formato octogonal possui dois salões e uma área reservada que acomoda até oito pessoas. A adega subterrânea tem capacidade para 1 600 garrafas de 120 rótulos de vinho. Ali estão sugestões caríssimas, como os franceses Château Petrus 1994 (R$ 14 000,00) e o Château Lafite Rothschild 2004 (R$ 2 700,00), e opções muito mais acessíveis, caso do espanhol Grand Feudo Crianza 2005 (R$ 99,00), que casa bem com o filé-mignon ao molho de shiitake, cogumelo seco e cogumelo-de-paris (R$ 72,00, individual). O chileno Montes Selection Pinot Noir 2006 (R$ 106,00) pode acompanhar carré de cordeiro mediterrâneo grelhado com ervas, redução de merlot (molho à base vinho tinto), arroz piemontês e abobrinha grelhada (R$ 76,00, individual).

Baronesa Von Leithner. Avenida Doutor Fausto Bueno Arruda Camargo, 2815, Alto da Boa Vista,tel.: (12) 3662-1121/4136/4002 (70 lugares). 12h30/21h (fecha ter.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 11,00. Estac. www.baronesavonleithner. com.br. Aberto em 2007.

ELIO CUCINA SPECIALE

A preparação das massas pode ser vista de dentro ou de fora do salão, através de um vidro. O fettuccine alla marinara é feito com tomate, camarão, lula, vôngole e salsinha (R$ 79,00). Precede o prato a berinjela ao forno com alcaparra, aliche, molho de tomate, azeite, alho e azeitona (R$ 13,50, para duas pessoas). A truta dá um toque serrano ao cardápio e aparece em receitas como a ilhas do caribe, que traz o pescado acompanhado de banana, batata assada e arroz com amêndoa e uva-passa (R$ 49,00). Para acompanhar, vinho italiano Fontanafredda Barbera d’Alba 2007 (R$ 130,00).

Elio Cucina Speciale. Avenida Pedro Paulo, 4755, Descansópolis, tel.: (12) 3663-6656 (48 lugares). 11h/23h30. Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 10,90. Estac. Aberto em 2003. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO