Copa do Mundo

Prefeitura vai tirar camelôs de perto dos eventos da Fifa

Seguindo a Lei Geral da Copa, decreto publicado nesta quinta-feira (10) no Diário Oficial proíbe comércio ambulante no entorno do Itaquerão e do Anhangabaú

Por: Nataly Costa e Juliana Deodoro - Atualizado em

Arena Corinthians Itaquera
Arena Corinthians, em Itaquera (Foto: Mauricio Simonetti/Divulgação)

O prefeito Fernando Haddad publicou nesta quinta-feira (10) no Diário Oficial um decreto que proíbe o comércio ambulante no entorno da Arena Corinthians, em Itaquera, e no Vale do Anhangabaú, no centro. O decreto regulamenta um dos pontos da Lei Geral da Copa do Mundo, de 2012, que já restringia a atuação de camelôs em eventos da Fifa. 

+ Trem levará torcedores do centro ao Itaquerão em 18 minutos

Segundo a lei, apenas a Fifa tem direito de explorar comercialmente o entorno dos "locais oficiais de competição" - no caso de São Paulo, o Itaquerão - e também as áreas de lazer onde acontecem o Fifa Fan Fest - na capital, esse evento será no Vale do Anhangabaú no dia 12 de junho, abertura da competição.

+ São Paulo terá quatro feriados durante a Copa

A restrição vale para o comércio de rua, mas também pode afetar lojas que, mesmo estabelecidas formalmente, vendam sem autorização produtos relacionados ao campeonato. Mascotes, bandeiras com o símbolo oficial da Copa do Mundo ou qualquer produto relacionado à Fifa podem "violar os direitos de propriedade intelectual" da entidade, e cabe à prefeitura "tomar as medidas cabíveis".

O decreto publicado hoje delimitou as áreas onde os ambulantes serão banidos. Em Itaquera, a restrição começa cerca de 1,5 quilômetro antes do estádio. Já no centro, vias como Boa Vista, Líbero Badaró, Conselheiro Crispiniano, Praça do Patriarca, Largo São Bento e Viaduto do Chá estarão fechadas para o comércio de rua. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO