Cidade

Cake Boss lota Eldorado e trava Marginal Pinheiros

Apresentador Buddy Valastro atraiu uma multidão de fãs e esbanjou simpatia neste domingo (20); o trânsito travou na Marginal Pinheiros e muitas lojas baixaram as portas

Por: Redação VEJASÃOPAULO.com - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

 A visita do apresentador Buddy Valastro, o confeiteiro-celebridade do programa Cake Boss, do canal Discovery Home&Health, pareceu um furacão no Shopping Eldorado. O tumulto começou no início da tarde, quando o estacionamento teve de ser fechado por excesso de veículos. Muita gente também circulava pelos corredores do centro de compras e algumas lojas optaram por baixar as portas com receio que houvesse alguma confusão.

+ "Não saio sem ir a uma churrascaria", diz Buddy Valastro, o Cake Boss

+ Cake Boss se apresenta no Shopping Eldorado

+ Uma entrevista com os atores de Castelo Rá-Tim-Bum

A apresentação de Valastro, programada para as 16h, começou pontualmente no horário. Teve, porém, de ser encerrada cinquenta minutos após o início por causa do tumulto – estava prevista para acabar às 19h. O público de 1 000 pessoas se aglomerava numa área fechada para o evento, mas muito mais gente assistia a tudo das escadas e dos pisos superiores do estabelecimento. A organização não soube informar quantas pessoas estiveram presentes.

Pouco antes de Valastro sair de cena, a plateia balançava as grades, que tinham de ser escoradas por seguranças. Alguns conseguiram invadir o palco, como a garotinha Vitoria Jesus Lima, de 10 anos. Ela veio com a mãe e conseguiu dar um abraço no apresentador. Depois, chorava copiosamente e repetia “eu amo ele” (SIC).  Outros tantos passaram mal e tiveram de ser retirados.

No palco, Buddy Valastro esbanjou simpatia. Ele contou sua história, fez uma chamada telefônica com vídeo para sua esposa (e mostrou tudo no telão), confeitou um bolo ao vivo e promoveu uma espécie de guerra de confeiteiros. A plateia delirava e gritava seu nome. Muitos carregavam presentes, como cartas, livros e cartazes.

Outro momento bacana foi quando Wendel Bezerra, que dubla seus programas aqui no Brasil, apareceu em cena. À reportagem, Bezerra, de 40 anos, contou que não o conhecia pessoalmente e que atualmente esse é o personagem que ele mais está gravando. “No começo eu não gostava dele, mas depois fui vendo que ele é muito dedicado e um grande líder e passei a admirá-lo”, disse.

Logo depois do fim da apresentação, Buddy recebeu a imprensa e os fãs. Foi simpático, distribuiu sorrisos, abraços e beijos e posou para várias fotos. À VEJA SÃO PAULO ele disse que imaginava que o público fosse carinhoso, mas não tanto. “O único lugar em que as pessoas foram tão calorosas quanto aqui foi a Itália”. E o que ele vai fazer hoje? “Comer em um rodízio é o que eu quero”. Depois, ele recebeu 250 fãs para tirar fotos.

TUDO POR UMA FOTO

Apenas 250 pessoas conseguiram pegar uma pulseirinha que dava acesso aos bastidores para tirar uma foto com o Cake Boss e tiveram de dormir na fila. A primeira a entrar foi Tarin Almeida, de 31 anos. Ela veio do Rio de Janeiro de avião especialmente para chegar perto de Valastro. Chegou ao shopping acompanhada da sogra às 15h deste sábado (19). Dormiu na fila, estava sem comer e mal tinha ido ao banheiro até o momento do clique, às 16h30 deste domingo (20).

Outro caso impressionante é o da família da arquiteta Rose Reche, de 59 anos. Ela foi com uma sobrinha-neta Júlia, de 16 anos, e a mãe, Maria, de 89 anos, para virar a madrugada no shopping. O agravante é que dona Maria tem Alzheimer e aguentou firme a noite fria. “Trouxemos comida e cobertores e conseguimos vê-lo”. Rose contou que o astro da confeitaria foi muito simpático e carinhoso com mãe e elas até choraram.

Mas o que mais teve foi gente de fora. O policial Roger Marques Figueiredo, de 41 anos, chegou neste domingo (20), às 6h da manhã, com a filha, Sophia, de 6 anos. Ainda assim não garantiu um lugar entre as pessoas que conseguiram entrar no evento. “Houve uma confusão e a fila mudou de lado, acabei perdendo meu lugar”, lamentou.

Verônica Kede, de 21 anos, veio do Rio de Janeiro de carro com quatro familiares. Queria entregar ao homenageado uma pintura feita com aerografia. Perdeu a viagem. Apesar de não ter conseguido sequer entrar dentro do shopping, deixou sua obra com uma assessora que prometeu entregá-lo.

Quem não conseguiu ver Buddy Valastro de pertinho, poderá conferir a nova temporada de Cake Boss, que estreia nesta terça (22), no Discovery Home&Health. No canal TLC a novidade será Bakery Boss, um novo programa no qual ele salva uma padaria da falência. A estreia está prevista para o dia 14 de agosto.

O TRÃNSITO TRAVOU

Foi registrada muita lentidão na Marginal Pinheiros, no sentido Interlagos. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o trânsito começou às 14h, quando muitos motoristas se dirigiram ao shopping pela Ponte Eusébio Matoso. O problema se intensificou por volta das 15h.

A CET precisou intervir e fechou a Rua Bento Frias, em Pinheiros, que dá acesso ao viaduto. Os motoristas que tentaram seguir para o Eldorado precisaram ir até a Ponte Cidade Jardim e fazer o retorno. A lentidão na Marginal Pinheiros por volta das 18h era de 12 quilômetros.

Fonte: VEJA SÃO PAULO