Consumo

Café: negócios aquecidos

Nunca o mercado para as cadeias de cafeterias esteve tão movimentado como agora

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Café - Starbucks
Starbucks: planos de dobrar o número de lojas em 2012 (Foto: Fernando Moraes)

Nunca o mercado para as cadeias de cafeterias esteve tão movimentado como agora. Tanto que o gigante americano Starbucks abriu, só neste ano, duas lojas na cidade. No total, as maiores empresas do setor somam mais de 400 endereços, dos quais 148 pertencem à Casa do Pão de Queijo.

Café do Ponto

Embora o mais pedido seja o expresso (R$ 3,70), as melhores sugestões vêm da safra social, feita a partir de café colhido por pequenos produtores em Serra Negra (SP). Originária do interior do estado, a marca vende 700.000 expressos por mês. (Aberto em 1976).

+ Confira o especial completo sobre café

Casa do Pão de Queijo

Apenas na loja do Aeroporto de Congonhas, tira mais de 2.000 expressos por dia (R$ 3,90 cada um). Somadas todas as casas da rede, o número ultrapassa 1,5 milhão de xícaras por mês. (Aberto em 1967).

Fran’s Café

Sem concorrente à altura, o campeão de pedidos é mesmo o expresso (R$ 3,50), que, sozinho, representa 30% do faturamento da marca. Mais de 1 milhão de xícaras chegam às mesas da clientela todos os meses. (Aberto em 1988).

Kopenhagen

Quando você entra em uma das lojas da cadeia e pede um expresso (R$ 3,90), é quase impossível sair de lá sem levar alguma guloseima. Foi seguindo essa estratégia que a rede investiu no segmento e hoje vende 33.000 xícaras por dia. (Aberto em 1928).

McCafé

Mais conhecida pelos hambúrgueres, a rede também tem sua versão cafezinho. Com mais de vinte unidades na capital, o McCafé compra anualmente 54 toneladas do grão e vende, em média, 250.000 expressos por mês. Cada xícara custa R$ 2,00. (Aberto em 2000).

+ Onde saborear alguns dos expressos mais bem servidos de São Paulo

+ Livrarias com cantinhos especiais para um café

Starbucks

Na cidade desde 2006, já instalou 21 endereços paulistanos, contra apenas oito no Rio de Janeiro. Em 2012, planeja duplicar de tamanho com novos empreendimentos nas duas cidades. Outra novidade é o lançamento, no próximo dia 5, da torra clara, que terá sabor bem mais suave. Expresso clássico a R$ 3,30.

Vanilla Caffè

Mensalmente, serve 13.000 expressos, a maioria deles na unidade do Hospital Sírio-Libanês, responsável por 13% das vendas. R$ 3,30 cada um. (Aberto em 2006).

Fonte: VEJA SÃO PAULO