Exclusivo

Por dentro do burger joint de São Paulo

VEJA SÃO PAULO entrou na primeira filial da hamburgueria de Nova York localizada nos Jardins e provou o lanche de 25 reais em primeira mão

Por: Helena Galante - Atualizado em

Anunciada em setembro de 2015, a vinda do burger joint para São Paulo causou alvoroço entre os amantes de hambúrguer. Pudera. Fundada em Manhattan, a matriz da hamburgueria descolada escondida no saguão do Le Parker Meridien Hotel está sempre na lista de lanches imperdíveis de Nova York. Após algum atraso nas obras, a primeira filial paulistana já tem data de abertura confirmada: o dia 21 de março. Em primeira mão, VEJA SÃO PAULO entrou no salão para mostrar em vídeo o que vem por aí.

+ Endereços que quem ama hamburguer precisa conhecer

Burger Joint: combinado com fritas da matriz em Nova York
burger joint: hambúrguer a 25 reais pode vir acompanhado de fritas no saquinho de papel (Foto: Orsi)

Entre os responsáveis pela operação estão o +55 Group, de Guilherme Chueire, também à frente do Bagatelle e da Santo Pão, o ator Bruno Gagliasso (que promete trazer os amigos famosos para assinar as paredes da casa na festa de inauguração) e o head de operações Diego Gallardo. Eles vão desembolsar 4 milhões de reais para abrir três lojas por aqui.

+ Ótimos hambúrgueres que custam um pouquinho mais que os de fast-food

Única opção do menu, o lanche de carne fresca com dois tipos de queijo, salada e picles feito na casa vai custar 25 reais. Para acompanhar, chope Heineken e milk-shake de creme ou chocolate, feito com sorvete Ben & Jerry's. Depois da primeira unidade na Rua Bela Cintra, 2116, quase esquina com a Oscar Freire, a segunda unidade será na Avenida Paulista, no Shopping Top Center.

Fonte: VEJA SÃO PAULO