Oito bufês de antepastos que valem a pena

Veja um roteiro de restaurantes onde é possível se servir de abobrinha grelhada ao azeite, sardela, queijos e mais delícias

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Barbacoa - mesa de antepastos
Barbacoa, no MorumbiShopping: mesa de antepastos para abrir o apetite (Foto: Mario Rodrigues)

Nem sempre uma refeição precisa de entrada, prato principal e sobremesa para ser saborosa. Petiscar abobrinha grelhada no azeite, caponata, sardela, queijos, embutidos tudo isso acompanhado de um pão fresquinho também é uma delícia — e pode dar conta do recado.

Alguns restaurantes da cidade propõem bufês de antepastos para se servir por quilo ou pagando um preço fechado. Vale a pena montar um pratão com os seus aperitivos prediletos e partilhar no centro da mesa.

+ Para levar para casa: rotisseria Carciofi faz ótimos antepastos

Veja abaixo oito sugestões:  

Barbacoa: se no endereço homônimo no Itaim as carnes são servidas em sistema de rodízio, nessas duas unidades de shoppings elas são pedidas à la carte. Chegam à mesa exatamente no ponto solicitado a fraldinha (R$ 61,20) e a picanha especial (R$ 72,20). Uma guarnição, como o saboroso arroz de brócolis e o creme de milho, por exemplo, está inclusa no preço, que dá direito ainda ao bufê de saladas e antepastos.

Cantina Gigio: a matriz no Brás tem um quê de caricata. Num jantar de fim de semana, ainda da calçada é possível ouvir um cantor a plenos pulmões soltando versos de Nel Blu Dipinto di Blu, entre outros clássicos de karaokê. Antes de partir para os pratos, servido em porções fartas, sirva-se do bufê de antepastos por quilo (R$ 89,00).

Piazza 36
Piazza 36: bufê concorrido na hora do almoço (Foto: Fernando Moraes)

Famiglia Mancini: pioneira das casas montadas na Rua Avanhandava pelo restaurateur Walter Mancini, tem cardápio amplo e está sempre lotada. Antes de passar aos pratos, o bufê de antepastos (R$ 80,00 o quilo) concentra alichela, berinjela em diferentes preparações e uma variedade de frios e queijos, além de pães.

La Grassa: tem aprimorado sua cozinha e se firmado como um dos expoentes da categoria. Para começar, vá ao bufê de antepastos oferecidos por quilo (R$ 98,00) e aponte para o atendente as entradinhas de sua preferência. São boas escolhas a trufa de ricota, a bresaola e as abobrinhas grelhadas regadas a azeite.

Nonno Ruggero: o restaurante mais simples do Hotel Fasano ampliou seus domínios ao ganhar uma charmosa filial no Shopping Cidade Jardim. O funcionamento é idêntico nas duas unidades, com bufê de antepastos e sobremesas todos os dias no almoço. Custa R$ 65,00 nos Jardins e R$ 68,00 no shopping. É possível pedir ainda um prato de um cardápio rotativo. Nesse caso, o preço sobe para R$ 92,00 e R$ 96,00, respectivamente.

Trinità
Trinità Gastronomia: self-service com balcões frio e quente (Foto: Mario Rodrigues)

Pepe Nero: a trattoria passou por uma reformulação completa em dezembro de 2011 com a contratação do chef Felipe Cilli (ex-Piano Piano). Ele acerta nos bons antepastos (R$ 95,00 o quilo), como a abobrinha grelhada no azeite, a caponata, a alichela, a sardela, e na seleção de queijos, entre os quais o italiano taleggio.

Piazza 36: propõe almoços de preços atrativos. Por R$ 21,50 (segunda a sexta) e R$ 25,00 (sábado e domingo), é possível provar o bufê de saladas e antepastos e um prato do dia, que pode ser uma massa. Para combinar o bufê e um grelhado, o preço sobe para R$ 29,50 e R$ 32,00, respectivamente.

Trinità Gastronomia: num mesmo espaço, funcionam restaurante, padaria, confeitaria e rotisseria. No almoço, monta-se bufê de antepastos e pratos que se complementa com massas trazidas da cozinha para a mesa. Esse sistema de refeição custa R$ 44,90 (segunda a sexta) e R$ 49,90 (sábados, domingos e feriados).

Fonte: VEJA SÃO PAULO