Gastronomia

O ator Bruno Gagliasso é um dos sócios do restaurante Le Manjue

Sem fazer alarde, o artista carioca se tornou há seis meses um dos dos donos do restaurante orgânico e também o grande garoto-propaganda da marca

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Bruno Gagliasso - Berilo
Bruno Gagliasso: sócio do Le Manjue (Foto: Globo/Divulgação)

Bruno Fattori, um dos sócios do restautante orgânico Le Manjue, não imaginaria que, de uma conversa informal, conseguiria um grande parceiro para seu negócio. Nem que o novo membro do time seria seu xará. Muito menos que se trataria de um ator global: o galã Bruno Gagliasso, que interpreta um dos personagens principais na novela Babilônia.

A história começou há cerca de um ano. “Eu conheci o Bruno em Fernando de Noronha, aonde vou para surfar”, conta Fattori. “Por amigos em comum, descobrimos que temos um estilo de vida bastante parecido. Ficamos amigos e eu achei que seria legal ter alguém no nosso projeto que compartilhasse das mesmas ideias.”

+ Quem são os proprietários famosos de estabelecimentos badalados da cidade

Em poucos meses, Gagliasso foi convidado a fazer parte da sociedade. Comprou 10% do negócio, em novembro do ano passado, por 500 000 reais. “Gosto de coisas que fazem bem ao corpo, de comidas saudáveis. E todo mundo lá no Le Manjue leva a vida assim. Por isso as coisas aconteceram tão naturalmente”, disse o ator.

Le Manjue Organique
O ambiente do contemporâneo Le Manjue Organique (Foto: Fernando Moraes)

Gagliasso se tornou o grande garoto-propaganda da casa. Está sempre presente em desgustações e em eventos de divulgação de produtos da marca. Sua presença no grupo de sócios ajudou o Le Manjue a emplacar a ganache de cacau produzida pelo restaurante no tradicional empório fino  Casa Santa Luzia.  "Quero fazer as pessoas entenderem que alimentação saudável é uma alternativa viável. E se minha presença ali ajuda nisso, melhor ainda", diz o astro.

+ Onde comprar orgânicos em São Paulo

Assinado pelo chef Renato Caleffi, o cardápio do restaurante oferece alimentos sem glúten, açúcar ou lactose. Há também pratos saudáveis, mas com muito sabor, como o pirarucu ao molho de rúcula com palmito grelhado e a farofa de granola e arroz de espinafre. Os proprietários mantém inclusive uma horta com ervas no local. 

Chef Renato Caleffi - Le Manjue Organique
Chef Renato Caleffi, do Le Manjue Organique (Foto: Fernando Moraes)

O próximo passo da parceria é inaugurar uma unidade no Rio de Janeiro. A obra, que já está a todo vapor, tem previsão de abertura para setembro. “Já recebemos convites de várias outras cidades para levar o Le Manjue”, diz Gagliasso, que prefere se manter cauteloso com o negócio. “Não temos pressa nem queremos criar uma rede. Nosso objetivo é oferecer tudo bem feito”.

Fonte: VEJA SÃO PAULO