Especial

Café da manhã prolongado para quem gosta de acordar tarde

Veja endereços bacanas para tomar um brunch ou aproveitar o bufê de café da manhã nos dias mais preguiçosos

Por: Sophia Braun - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Nem café da manhã atrasado, nem almoço antes da hora. Muito comum nos Estados Unidos, o brunch é uma mistura do “breakfast” e do “lunch” e faz sucesso principalmente aos fins de semana, quando o expresso tomado a caminho do trabalho se transforma em uma refeição de horas ao redor da mesa. Não faltam pães, bolos, geleias, sanduíches, ovos e até carnes e massas.

+ Confeiteiro Lucas Corazza realiza caça aos ovos pela cidade

+ Restaurantes com clima romântico para ir a dois

Quem quiser dormir um pouco mais sem se preocupar, encontra por aqui diversos estabelecimentos que servem opções à la carte ou montam bufês até o meio da tarde. E para embalar o ritual, há quem troque o chocolate quente por uma frisante taça de espumante.

Confira abaixo  sugestões bacanas de brunch para as manhãs mais preguiçosas:

■  7 Molinos: originalmente uma butique de azeites, integra o time de micropadarias da cidade. Em dias de semana, propõe até as 12h dois combinados de café da manhã. Aos sábados e domingos, os preguiçosos podem se esbaldar no bufê até as 14h30. Além de pães, frios, geleias e frutas, há croissant de chocolate e ovos mexidos com tomate e azeite trufado. Cada comensal paga 45 reais.

■  Blés d’Or: o salão escurinho é precedido por uma varanda com teto retrátil. Em dias de semana, oferece dois combos de café da manhã, das 7h30 às 12h. Aos sábados, domingos e feriados, um bufê com mais de setenta itens é montado das 8h30 às 15h. Cada cliente paga 42 reais e pode se servir à vontade de croissant, pão com chocolate, geleias, bolos, crepes, ovos mexidos, miniquiches e até rataouille.

Brunch - PJ Clarke's
Brunch com jeitão americano no PJ Clarke's: R$ 64,90 por pessoa (Foto: Divulgação)

■   Emiliano: nos fins de semana, das 12h às 15h, serve um brunch caprichado composto de pratos à la carte, mas com direito a repeteco. Provam-se receitas típicas de café da manhã, entre elas panqueca com mel nativo e ovo pochê com presunto, queijo, torrada e zabaione, e outras mais consistentes. Custa 179 reais por pessoa e inclui pequenos mimos como espumante à vontade e bebidas não alcóolicas. 

■   Empório Santa Maria: uma mesa de café da manhã é montada aos sábados, domingos e feriados no espaço Paneria. Mais de sessenta opções de quitute ficam disponíveis das 8h às 13h. Os comensais podem se servir à vontade de bolos, quiches, pães, frios, sucos e bebidas quentes. Uma das sugestões são os ovos mexidos. Custa 49,90 reais por cabeça.

■   Julice Boulangère: um sobrado em Pinheiros dispõe de um atraente espaço ao ar livre. Para o café da manhã — que também pode ser da tarde ou da noite —, a proprietária Julice Vaz propõe seis combinados. O mais simples custa 18,90 reais e dá direito a um croissant ou mini baguete na chapa, manteiga ou geléia e uma bebida quente. Os combos podem ser reforçados por frios, brioche e mamão. A omelete com bacon e queijo meia cura sai por 22,40 reais e pode ser escoltada por duas fatias de pão da casa.

■   Le Pain: ocupa um imóvel avarandado na Avenida Pedroso de Morais, em Pinheiros. Em dias de semana, o espaço costuma atrair trabalhadores da região na hora do almoço. Aos fins de semana e feriados, porém, a estrela é o bufê montado das 8h às 18h. Há pães, ovos mexidos, pudim, bebidas quentes e frias, entre outras pedidas, a 30,90 reais por pessoa.

■   Le Vin: as duas unidades da versão pâtisserie do bistrô, nos Jardins e Itaim Bibi, propõem diariamente quatro menus de café da manhã ao estilo francês, servidos até o fechamento das lojas. Os preços variam de 21,20 a 39,60 reais. A fórmula mais cara inclui uma fatia de mamão, uma bebida quente, suco de laranja, sanduíche de queijo brie e torta doce. Quem preferir, pode compor o desjejum com os itens do cardápio à la carte, entre eles terrines, brioches, croissants e doces. O ovo frito com cogumelos-de-paris ao creme de foie gras custa 28 reais.

■   Mosteiro de São Bento: no segundo e no último domingo de cada mês, os monges beneditinos abrem as portas do mosteiro para um concorrido brunch, a partir das 11h30. Além da refeição, estão inclusos no preço de 197 reais por pessoa uma atividade cultural e um passeio pelo interior das instalações. Quem preferir, pode chegar um pouco mais cedo e acompanhar a missa das 10h, que tem canto gregoriano. Apesar do preço salgado, é preciso reservar com meses de antecedência pelo telefone 2440-7837 ou 2671-0243.

■   Pain et Chocolat: convite à preguiça, sua varanda tem vista para uma rua sem saída. Aos fins de semana e feriados, é uma delícia sentar-se ali enquanto se devoram os quitutes escolhidos no bufê. A mesa é montada das 8h30 às 14h e inclui croissants, brioches, brownies, panquecas, açaí, batata gratinada e até linguiça acebolada. Custa 42,00 reais por pessoa.

■   PJ Clarke’s: filial de uma rede de Nova York, ganhou fama na cidade por seus hambúrgueres. Aos sábados, domingos e feriados, porém, a lanchonete abre mais cedo para um café da manhã de jeitão americano. Não faltam waffles, panquecas, bacon, linguiça e ovos no bufê. Sirva-se à vontade, das 10h às 15h, por 64,90 reais. A criançada de até 10 anos paga R$ 38. Os menores de até 2 anos não pagam.  

Brunch - Le Vin
Quitutes de sotaque francês no Le Vin: cardápio válido durante o dia todo (Foto: Divulgação)

■   Santo Grão: de segunda a sexta, a unidade da Rua Oscar Freire serve café da manhã à la carte até as 12h. As opções variam de tostex (20 reais) a omelete de presunto cru (25,00 reais), passando pelo tradicional sanduíche francês gratinado, o croque monsieur (25,00 reais). Aos domingos e feriados, o brunch se estende até as 15h e ganha reforço de outras receitas, como panquecas e waffles (25,00 e 24,00 reais, respectivamente). No sábado, esse menu especial vale até as 14h. Nos demais endereços da rede, os preços e serviços podem variar.

Brunch - Spadaccino
Sonhos recheados, do Spadaccino: servidos aos sábados até as 12h30 (Foto: Tadeu Brunelli)

■   Sweet Pimenta: passou a servir brunch aos finais de semana apenas na unidade da Rua Mário Ferraz. A mesa de pães, doces, geleias, ovos, tortas, massas e torradas fica disponível das 11h às 18h no sábado e das 11h às 17h no doming. Custa 62 reais por pessoa.

■   Tea Kettle: o charmoso imóvel da Chácara Santo Antônio lembra uma casa de fazenda. Atravesse os dois salões internos até chegar ao tranquilo jardim, com algumas mesas e bancos de madeira. É um charme sentar-se ali para uma xícara de chá gelado de rosas com cramberry. Aos domingos e feriados, entra em cartaz um caprichadobrunch, das 10h30 às 15h30. Chegam à mesa pães, geleias, ovos mexidos, waffles, bolos entre outros quitutes. Custa 75 reais por pessoa.

Fonte: VEJA SÃO PAULO