Espaços menores

Segundo lugar: Bourbon Street

Um bom lugar para ouvir, comer e beber

Por: Carolina Giovanelli e Pedro Ivo Dubra

Bourbon Street - 2210
Bourbon Street: programação de estrelas internacionais e de atrações nacionais (Foto: Raul Zito)

Quem vai à casa de Moema, com capacidade para até 400 pessoas, não satisfaz apenas os ouvidos. O serviço de bar e o atendimento foram os atrativos destacados pelo júri (no quesito estacionamento, houve um empate com o Tom Jazz).

+ As melhores casas de show de São Paulo

O mint julep, drinque com uísque americano, hortelã, açúcar e club soda (16 reais), e as porções de croquete de siri (20 reais) e de milho verde (20 reais), por exemplo, convivem com uma programação de estrelas internacionais e de atrações nacionais de estilos como o funk e o soul, caso da banda Serial Funkers, cujo cantor, Régis Paulino, estampa a foto acima. Pelo pequeno palco, na ativa desde dezembro de 1993, já passou gente do porte de B.B. King, Cat Power e Diana Krall. Na decoração, relíquias como um paletó de Ray Charles (1930-2004), uma das maiores estrelas que estiveram por lá.

Fonte: VEJA SÃO PAULO