Feijuca

Botecos para se deliciar com uma boa feijoada

Em porções individuais, para duas pessoas ou em bufê, a brasileiríssima receita aparece no cardápio de bares da cidade 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

feijoada pirajá
Pirajá: feijoada na panelinha (Foto: Fernando Moraes)

É difícil não cair bem a combinação de feijoada com cerveja bem gelada ou caipirinha, servidos no clima despojado de um bar. Pensando nisso, selecionamos bons botequins paulistanos que servem o prato.

+ Quinze porções de bar

Confira as sugestões e os dias da semana em que o prato está disponível. Os preços estão sujeitos a alterações. Antes de sair de casa, ligue aos estabelecimentos para confirmar.

+ Restaurantes com boas opções de feijoadas

Feijoada do bar Veloso - ROTEIRO DE FEIJOADAS
Armazém Veloso: apenas costelinha, calabresa, paio e carne-seca (Foto: Fernando Moraes)

Armazém Veloso: a feijoada na cumbuca é atração aos sábados (R$ 90,00 a grande). O pessoal costuma chegar antes mesmo de a casa abrir. Vizinho ao sempre lotado boteco Veloso e do mesmo dono, serve ainda a imperdível caipirinha de tangerina com pimenta dedo-de-moça.

Bar da Dona Onça: às quartas e aos sábados, o prato (R$ 54,00 para uma pessoa e R$ 100,00 para duas) chega à mesa ao lado de arroz, costela suína, abóbora, maxixe, tartare de banana e salada de couve. É bom chegar até as 16h, antes que a pedida acabe. Para acompanhar, peça uma dose da Cachaça da Lage, paulista de São José do Rio Pardo. 

Bar do Giba: comandado pelo figuraça Gilberto Abrão Turibus, o Giba, desde 1987, pertence ao alto escalão dos botecos paulistanos. Apenas aos sábados e domingos, serve a saborosa feijoada na cumbuca, em porção para três pessoas (R$ 145,00). Vale ligar para reservar, porque costuma esgotar até as 16h.

Feijoada do Bar do Juarez
Bar do Juarez: a feijuca pode ser saboreada aos sábados e domingos (Foto: Guga Abreu)

Bar do Juarez: a todo instante, garçons atravessam o salão carregando um fumegante réchaud de ferro, no qual é servido o petisco mais requisitado: a picanha. Mas a feijoada também faz sucesso, aos sábados e domingos, entre as 12h e as 17h – somente na unidade de Pinheiros, ela também está disponível às quartas. Só está disponível no tamanho para duas pessoas, a R$ 97,00, e dá direito a bisteca. 

Bar do Nico: trata-se de um dos melhores endereços do Ipiranga para beber e petiscar, com um chope acima da média. Prepara o prato na cumbuca às quartas e aos sábados, das 12 às 16h. A individual sai por R$ 83,00.

Botiquinho: neste amigável botequim de bairro, a feijoada aparece às quartas em forma de PF, a R$ 37,00, e na cumbuca, por R$ 53,00. Aos sábados, tem só esta última versão, que custa R$ 69,00, com direito à linguiça frita e torresmo à pururuca. Mas no cardápio a brasileiríssima receita também está presente em outro quitute: o bolinho de feijoada (R$ 27,00, oito unidades), com massa de feijão-preto e recheio de couve refogada.

Canto Madalena: agora serve apenas feijoada em bufê (R$ 31,50 às quartas e R$ 35,00 ao sábados), entre 12h e 16h. A lista de bebidas inclui chope (Brahma) e bons rótulos de cachaça. Embutido num cantinho da Rua Medeiros de Albuquerque (daí o nome), tem como atrativo o ambiente com jeitão de casa de vó e o cardápio dá enfoque à cozinha brasileira.

Dona Felicidade
A feijoada do Dona Felicidade (Foto: Eduardo Knapp/Folha Press)

Dona Felicidade: comandado pela octogenária portuguesa Felicidade Bastos e pelos filhos — Toninho e Sergio —, o bar-restaurante tem como atração seus pratos fartos e de estilo caseiro. A feijoada (R$ 64,00), por exemplo, aparece às quartas e aos sábados. Na lista de especialidades, há ainda o bacalhau ao forno. 

Pé Pra Fora: no almoço de quartas e sábado, prepara a ótima feijoada na cumbuca para dois. Custa R$ 96,90, para duas pessoas, com direito a batidinha de maracujá ou de limão. Repare: do lado de dentro do salão não há mesas. Elas ficam todas dispostas numa varandona de esquina -- daí o nome deste tradicional boteco da Avenida Pompeia, fundado em 1970. 

Pé pra fora - Feijoada_2178
Feijoada do Pé pra Fora (Foto: Felipe Gombossy)

Pirajá: serve a deliciosa versão chamada feijoada da tia surica aos sábados, com caldo grosso e bem saboroso. São dois tamanhos disponíveis: a pequena (R$ 46,00) e a grande (R$ 72,00). Às quartas no almoço, apenas a versão individual fica disponível. O bar saúda a Cidade Maravilhosa na decoração, no cardápio e até nos sambas que compõem a trilha sonora.

Pompeia Bar: há boas sugestões de almoço, como bacalhau e feijoada na cumbuca. Às quartas, a porção individual sai a R$ 44,50. Nos sábados, o sistema é em bufê: R$ 51,90 por pessoa, das 12h às 17h. Foi um dos primeiros endereços do bairro a apostar no conceito de boteco chique. 

São Cristovão: às quartas, a receita é servida em porção individual por R$ 38,00 e costuma acabar antes das 15h. Já no sábado, o sistema é em rodízio -- a pessoa paga R$ 49,00, pode repetir quantas vezes quiser e ainda ganha um pudim no final. O esquema funciona até as 17h. Continua a ser um dos bares mais legais da Vila Madalena. É impossível não se deslumbrar com a decoração temática futebolística, que reúne fotos históricas, escudos, flâmulas e caricaturas.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO