Astronomia

Bons lugares para ver Marte a olho nu nesta terça-feira

Fenômeno deixará o planeta vermelho mais brilhante; especialista diz que meia-noite será o melhor horário para visualização

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Marte
Planeta vermelho: em abril, ele vai se exibir em seu melhor ângulo para a Terra (Foto: ThinkStock)

Sem a necessidade de usar binóculo ou luneta, os paulistanos poderão ver Marte com facilidade na noite desta terça-feira (8). O fenômeno que acontece a cada dois anos e aproxima o planeta vermelho da Terra facilitará a visualização de um ponto brilhante alaranjado no céu. 

+ Dez lugares para Homer Simpson conhecer em São Paulo

O professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (USP), Eduardo Cypriano, explica que o evento é chamado de oposição, já que Terra, Marte e o Sol formam praticamente uma linha. 

+ 460 programas para fazer em São Paulo antes de morrer

De acordo com ele, o planeta vermelho ficará mais nítido por volta da meia-noite. "As pessoas poderão ver um ponto brilhante alaranjado, com um pouco de coloração vermelha também."

Cypriano afirma que locais altos e não muito iluminados facilitam a visualização. Confira uma lista com bons lugares para apreciar Marte:

 

  • Italianos

    Terraço Itália

    Avenida Ipiranga, 344, Centro

    Tel: (11) 2189 2929

    VejaSP
    39 avaliações

    Nem os preços do cardápio nem o visual impactante do topo do Edifício Itália sugerem um local de almoço executivo (R$ 95,00). Mas a verdade é que vale a pena aproveitar esse horário do dia para desfrutar a vista e pagar um pouco menos por um menu completo do chef italiano Pasquale Mancini. As combinações podem incluir uma polenta cremosa com crocante de presunto cru seguido de salmão marinado ou nhoque de molho gorgonzola e rúcula. A sala Panorama tem música ao vivo no jantar (R$ 47,00 o couvert artístico) e pedidas como o camarão ao vinho branco com risoto de açafrão (R$ 136,00) e o merengue com mascarpone, chocolate branco e morango (R$ 29,00), para os casais de apaixonados dividirem.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Skye (Bar)

    Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 4700, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3055 4700 ou (11) 3055 4702

    VejaSP
    6 avaliações

    Eis um lugar para bebericar à beira da piscina, esparramado em grandes pufes ou mesinhas sob guarda-sóis enquanto se admira o acachapante skyline da cidade. Anexo ao restaurante de mesmo nome, na cobertura do Hotel Unique, alonga-se por um deque de 27 metros, onde casais disputam espaço com turmas de amigos e estrangeiros de passagem pela cidade. Os comes apenas cumprem seu papel e não chegam a empolgar. Além de sushis, há itens como a casquinha de camarão (R$ 48,00). Configura pedida mais acertada o chope Heineken (R$ 15,00) ou, a depender da ocasião, uma garrafa de champanhe Perrier-Jouët Blason Rosé (R$ 590,00).

    Preços checados em 18 de julho de 2016.

    Saiba mais
  • Galerias

    Vão Livre do Masp

    Avenida Paulista, 1578, Bela Vista

    Tel: (11) 3251 5644

    5 avaliações

    Durante todo o ano, o vão livre do Masp é palco para diversas manifestações, feiras livres, exibições de filmes, flashmobs e apresentações de artistas de rua. Por causa da correria do dia-a-dia, pouca gente vai até o fim do vão para observar uma bela vista da cidade. Do espaço amplo de 74 metros projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi e inaugurado junto ao museu em 2 de outubro de 1947, que já começa a ser ofuscado por novos edifícios, ainda é possível ver grande parte do centro da cidade e a Zona Norte da capital, incluindo um trecho da Serra da Cantareira.

    Saiba mais
  • Praças

    Praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiros - Por do Sol

    Rua Desembargador Ferreira França, S/N, Alto De Pinheiros

    1 avaliação

    Não foi à toa que a praça do Alto de Pinheiros ganhou o nome de Pôr do Sol. De lá se tem um dos mais belos ângulos do sol se pondo em meio aos arranha-céus paulistanos. Nos fins de semana, há muitos jovens e famílias fazendo piqueniques, empinando pipas ou simplesmente aproveitando a vista.

    Saiba mais
  • Parques

    Parque do Ibirapuera

    Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n, Parque Ibirapuera

    Tel: (11) 5573 4180

    12 avaliações

    É o local ideal para passar uma tarde inteira, seja nos tranquilos dias de semana, seja aos sábados e domingos, quando se transforma em uma cidade de 300 000 pessoas. Entre as 160 espécies de animais registradas, há pica-paus, cisnes e patos. Na flora, exemplares de árvores como jaqueira e pau-brasil. Mas não é só isso que faz o parque ser imbatível. O local abriga cinco prédios com a assinatura de Oscar Niemeyer: o Pavilhão Cicillo Matarazzo (atual Pavilhão da Bienal de São Paulo), o Museu de Arte Contemporânea, o Museu Afro Brasil, a Oca, a Grande Marquise (onde está situado o Museu de Arte Moderna) e o Auditório Ibirapuera. O passeio se completa com visita ao curioso Pavilhão Japonês.

    Saiba mais
  • Ruas

    Avenida Paulista

    Avenida Paulista, s/n, Bela Vista

    8 avaliações

    Inaugurada em 8 de dezembro de 1891, a Avenida Paulista tornou-se um dos principais marcos geográficos, financeiros e turísticos da cidade de São Paulo. De endereço dos barões do café à sede de grandes bancos, a via exibe em sua trajetória status de importância na maior e mais rica cidade do país. É palco de protestos –entrou para a história a onda de passeatas contra o aumento da tarifa do ônibus em 2013– e manifestações culturais –recentemente foi ocupada por artistas de rua, principalmente no entorno das esquinas formadas com a Rua Augusta. Por conta disso, os passeios a pé são os mais indicados para encontrar boas surpresas.

    Frequentada por um público heterogêneo, oferece cinemas como o Reserva Cultural, o Cine Livraria Cultura (anexo à Livraria Cultura) e o Playarte Bristol (dentro do shopping Center 3), e centros culturais como a Casa das Rosas e o Itaú Cultural. É ali também onde está o Masp (Museu de Arte de São Paulo), um dos museus mais importantes do país. Todo ano, passam pela via a Parada do Orgulho LGBT, a Corrida Internacional de São Silvestre e o Réveillon da Paulista. Noivas adoram posar para fotos de casamento na avenida mais famosa da cidade. Mas quem quiser pode também trocar alianças por lá: a charmosa igreja da Paróquia São Luiz Gonzaga, na esquina da Rua Bela Cintra.

    O chão lisinho da calçada é o paraíso dos amantes de street, modalidade que utiliza principalmente obstáculos de chão para realizar as manobras. Principalmente à noite e de madrugada, skatistas tomam o local. A área mais disputada fica na altura do número 1.900, entre as estações Trianon-Masp e Consolação do metrô. Refúgio em meio à selva de concreto, o Parque Trianon atrai paulistanos em busca de tranquilidade.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO