Cidades

Após 15 horas, bombeiros resgatam ferido em cachoeira na Grande São Paulo

Como o helicóptero não conseguiu acesso à área, homens da corporação retiraram a vítima de 40 anos com lesões leves via terrestre

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

hilicoptero águia
Helicóptero Águia não consegue acesso à Cachoeira da Macumba, em Embu-Guaçu (Foto: Mario Angelo/Folhapress)

O Corpo de Bombeiros trabalhou desde a madrugada deste domingo (4) no resgate de uma pessoa ferida na cachoeira da Macumba, em Embu-Guaçu, na Grande São Paulo. A vítima, um homem de 40 anos, foi imobilizada e recebeu atendimento de uma unidade avançada dos bombeiros no local. Felizmente, ele apresenta apenas ferimentos leves. De acordo com o Capitão Lopes, o homem será atendido em um pronto socorro da região com pequenas lesões nos membros inferiores e superiores.

+ Nível do sistema Cantareira segue estável

Segundo os bombeiros, o helicóptero Águia de Resgate não conseguiu descer até o ponto onde o ferido se encontra por causa da mata fechada e das condições climáticas ruins. A ideia inicial era usar a técnica McGuire, na qual a maca é ancorada por cordas na aeronave e levada para o local seguro para pouso.

Sem poder fazer o resgate aéreo, a corporação mandou mais equipes para auxiliar a retirada da vítima por terra. Segundo os bombeiros, o acesso à cachoeira da Macumba é feito pela Estrada do Casemiro em uma trilha de aproximadamente quatro horas de duração.

A corporação informou que recebeu o chamado no sábado à noite de uma vítima com múltiplas fraturas na Estrada do Casemiro e que à 1h de domingo montou uma equipe com doze bombeiros para iniciar o resgate. Após o resgate, o ferido deve ser encaminhado de helicóptero para o Pronto-Socorro Mário Covas.

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: VEJA SÃO PAULO