ROTEIRO

11 programas bons e baratos para levar o 'crush' em São Paulo

Quem sabe aquela paixonite não vira realidade?

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Canaille Bar
Para acompanhar as taças: croqueta cremosa de queijo brie (Foto: Mario Rodrigues)

Ansiedade, coração disparado, borboletas no estômago. A fase da paquera é uma das mais gostosas de um relacionamento. Quando o casal está se conhecendo é normal que os primeiros passos sejam cuidadosos e os programas, mais leves e descontraídos.

+ 10 lugares de São Paulo para curtir a dois

Pensando nisso, fizemos uma seleção caprichada de programas que vão te inspirar a convidar seu crush (paixonite, em inglês) para sair. E o melhor, sem esvaziar o bolso. Quem sabe esse amor platônico não vira realidade?

PARA COMER

Nada como um hambúrguer

Bullguer
Lumberjack: hambúrguer, queijo prato, bacon, picles e molho de páprica (Foto: Fernando Moraes)

O Bullguer é a prova que preço bom e comida caprichada podem caminhar lado a lado. As opções no enxuto menu não saem por mais de 22 reais. Não à toa, a casa acaba de abrir filial na Vila Madalena e faturou o título de melhor endereço bom e barato na categoria Comidinhas do prêmio Comer & Beber 2015.

Bons para impressionar

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

O MoDi é figurinha fácil nas listas de bons e baratos da cidade. Por preço mais camarada que a média dos italianosda metrópole, provam-se massas como o ravióli de berinjela e ricota fresca ao azeite e salsinha sobre molho de tomate (R$ 27,00). Para arrematar, o pudim de limão-siciliano é ótima pedida (R$ 11,00).

La Peruana Cevichería
La Peruana Cevichería (Foto: Fernando Moraes)

No pequeno no salão que abriga o La Peruana Cevicheria, vale provar as receitas simples e saborosas da gastronomia latina, como o ceviche clássico (pescada-branca no leite de tigre, caldo de limão, temperos, pimenta com milho e purê de batata-doce; R$ 24,00) e o o trio de causas (batata amassada na forma de bolinhos frios cobertos por polvo, frango e camarão com siri; R$ 19,00).

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Das cozinhas comandadas por chefs-celebridade, o Arturito, da chef Paola Carosella e o Sal Gastronomia, de Henrique Fogaça, também fazem bonito no custo-benefício.

PARA PASSEAR

3. Fazer um piquenique na Praça do Pôr do Sol

Praça Pôr do Sol
Com uma localização privilegiada, no alto de uma colina, a Praça Pôr do Sol oferece uma das vistas mais bonitas da cidade (Foto: Roberto Setton)

Esse pedacinho de verde no Alto de Pinheiros tem um das vistas mais bacanas da cidade. Ao cair da tarde, jovens, casais e famílias se amontoam para ver o sol se pondo entre os arranha-céus. Só não vale bater palmas.

4. Ver a cidade do alto no Edifício Itália

Terraço Itália
Edifício Itália: o centro de São Paulo visto do 42o andar (Foto: BIA PARREIRAS)

Com visitação gratuita, o topo do Edifício Itália é arrebatador: proporciona uma visão de 360º da cidade. Jantar no pomposo restaurante que ocupa o terraço não é um programa barato, mas vale a pena em uma data especial.

5. Assistir a um filme juntos

Reserva Cultural
Reserva Cultural: cinema de rua fica em plena Avenida Paulista (Foto: Divulgação)

A telona, na verdade, pouco importa. O essencial nesse programa é curtir o escurinho em boa companhia. Se o crush faz a linha cult, o Caixa Belas Artes ou o Reserva Cultural são duas ótimas opções de circuito alternativo. Caso o plano seja economizar a qualquer custo, uma boa seleção no Netflix cumpre a promessa.

6. Passar o domingo na Avenida Paulista

ciclovia_paulista
Avenida Paulista: ciclista durante a inauguração da pista exclusiva para bicicleta (Foto: Rogério Albuquerque)

Sem carro, o passeio pela via mais famosa da cidade fica muito mais agradável. A programação pode incluir uma voltinha de bike (o aluguel no Bike Sampa ou no CicloSampa tem opções gratuitas), sorvete na Bacio di Latte e um pulinho no Mirante 9 de Julho. Recém-revitalizado, o espaço costuma ter programação cultural gratuita no fim de semana.

7. Conhecer a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano

Fundação Maria Luisa e Oscar Americano
Fundação Maria Luisa e Oscar Americano: casa dos anos 50 no Morumbi (Foto: Divulgação)

Que tal curtir um dia ensolarado em uma mini-floresta no meio da cidade? Esse jardim com tamanho de parque - são mais de 75 000 metros quadrados - deixa o clima ameno e aconchegante para passear a dois. A fundação também é dona de importante coleção de obras relacionadas à história do Brasil. A entrada custa R$ 10.

8. Assistir a um concerto na Sala São Paulo

Gustavo Dudamel
O elogiado maestro: duas apresentações na Sala São Paulo (Foto: Divulgação)

Se o pretendente faz a linha sofisticada, esse é o programa ideal. Nas quintas e sextas feiras, o mais importante espaço de concertos da cidade tem espetáculos a preço camarada. A entrada inteira sai por R$ 15. Também dá para esticar o passeio na Pinacoteca, ao lado. Confira a programação 2016 aqui.

9. Passear por museus em dia de visitação gratuita

Masp
Cavaletes de vidro no segundo andar do prédio fazem as obras "flutuarem" pelo espaço (Foto: Tomás Arthuzzi)

Dá para conferir obras consagradas de perto sem encostar a mão no bolso. É só se programar:

Museu de Arte de São Paulo (Masp): terça-feira

Pinacoteca do Estado: sábado

Museu do Futebol: sábado

Catavento Cultural: sábado

Museu de Arte Moderna (MAM): domingo

Museu de Arte Contemporânea (MAC): entrada gratuita permanentemente

PARA ESTICAR A NOITE

Papo vai, papo vem... Quando o date está fluindo, a melhor opção para prolongar a boa companhia é, sem dúvida, um barzinho. Os mais animados podem aproveitar o pique para emendar uma balada

10. Romântico desencanado

Canaille Bar
Para acompanhar as taças: croqueta cremosa de queijo brie (Foto: Mario Rodrigues)

O Canaille Bar é ideal para criar um clima romântico sem frescura, o preço das garrafas dos 62 rótulos desse wine bar raramente ultrapassa os dois dígitos. Durante a semana, as opções em taça (de R$ 12,00 a R$ 20,00) são servidas no esquema double drink, das 18h às 20h. Por módicos R$ 20,00, é possível pedir uma porção. E das boas.

11. Curtir uma balada com entrada grátis

Heineken Up On The Roof
Ambiente (Foto: Carol Krieger)

Queridinho do público descolado, o Heineken Up On The Roof rola até o dia 28 de fevereiro no topo do maior edifício da cidade. Para garantir a entrada no bar-balada da marca é preciso se inscrever na página oficial do evento. Fique esperto: as listas costumam esgotar em um piscar de olhos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO