política

Jean Wyllys troca de poltrona no avião após chegada de Bolsonaro

"Tô me sentido descriminado", disse deputado do PP após colega do PSOL evitar o encontro

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

O deputado Jair Bolsonaro, do PP-RJ, postou no início da noite desta terça-feira (7) um vídeo no qual encontra em um voo da TAM o colega Jean Wyllys, do PSOL.

Bolsonaro, que costuma se posicionar contra os parlamentares que defendem direitos dos homossexuais, filmou a interação entre os dois (ou melhor, a falta dela). As cenas o mostram chegando até a fileira de poltronas, do lado esquerdo da aeronave, onde Wyllys estava. Ele diz: "Jean Wyllys, tô do teu lado aí." O rival se levantou em silêncio e se acomodou em outra cadeira, do lado direito do avião. Bolsonaro voltou o vídeo para o próprio rosto e disse: "Mudou de assento. Tô me sentindo descriminado. Imagine se fosse o contrário".

Mais tarde, postou o vídeo e o seguinte comentário no Facebook, dizendo-se vítima de "heterofobia" (em pouco mais de uma hora, foram mais de 40.000 curtidas e 14.000 compartilhamentos:

"O QUE ACONTECERIA SE UM HOMOSSEXUAL FOSSE HUMILHADO EM VOO DA TAM?

Ao embarcar hoje no voo da TAM JJ 3024 (10H19), que partia do Aeroporto Santos Dumont para Brasília, pedi licença ao Deputado Jean Wyllys (PSOL/RJ), que estava sentado na poltrona 12C, para ocupar o assento 12B, ao seu lado e que me era destinado.

Surpreendentemente, em clara demonstração de intolerância, preconceito, discriminação e heterofobia, o deputado Jean Wyllys levantou-se e acomodou-se em outro assento. Se fosse eu quem tivesse praticado tal atitude, pelo PLC 122/2006 (Senado), que criminaliza a homofobia, estaria sujeito a pena de 1 a 3 anos de reclusão, além da perda do mandato, e o fato seria noticiado pela maioria dos telejornais. DIREITOS IGUAIS SEMPRE !"

+ ÚLTIMAS NOTÍCIAS: o que acontece de mais importante na cidade

+ Políticos de Santos postam selfie na frente de megaincêndio

Fonte: VEJA SÃO PAULO